A Oitava Noite Netflix: boa exploração de tema (2021)

A Oitava Noite, filme de suspense da Netflix, tem como tema o sofrimento (assista aqui).

No thriller sobrenatural do escritor e diretor Kim Tae-hyung, essa parte inerente a qualquer criatura no planeta é vista sob um olhar diferente daquilo que nós, aqui no Ocidente, estamos acostumados: o do budismo.

O conceito de eternidade, carma e destino, tão típicos dessa religião, estão impregnados em cada momento do filme Netflix A Oitava Noite.

O terror do original A Oitava Noite Netflix é de natureza sobrenatural, onde encontramos vítimas possuídas e a eterna luta do bem contra o mal, sendo que esse último quer colocar a humanidade sob a escuridão perpétua.

Logo de cara, já é possível cravar que o filme A Oitava Noite é um dos melhores exemplares desse gênero na Netflix a estrear em 2021.

Sobre o filme A Oitava Noite Netflix

O filme A Oitava Noite começa nos explicando a lenda dos dois seres demoníacos que fazem a trama andar. Quase 2.000 anos atrás, eles atormentaram a humanidade de forma brutal, e foi através da intervenção de Buda que a humanidade foi salva.

Os dois demônios foram trancados em um lugar distante; no entanto, o ser vermelho (visto na forma de um olho) poderia ser reunido com sua contraparte se preenchesse certas condições.

E quais condições são essas? A posse de 7 humanos fracos ao longo de 7 dias, entre outras “tarefas”. Com isso, ele poderia ter sucesso em trazer dor e sofrimento para os vivos e os mortos. Então, entramos em 2019, tempo em que o filme A Oitava Noite se passa, e ficamos sabendo que há uma “lua de sangue” para acontecer, o que pode colocar os demônios muito perto da realização de seus desejos.

Produção de A Oitava Noite Netflix

O roteiro de Kim Tae-hyung é incrivelmente atencioso em sua exploração da iluminação espiritual, bem como explora os ensinamentos budistas no que diz respeito à dor e ao sofrimento. O espectador fica sabendo o básico no começo do filme, e aos poucos nos são revelados mais aspectos dessa complicada história.

Para o público que assistir ao filme A Oitava Noite, há o gosto de tentar adivinhar quais são os próximos passos. Isso faz quem assiste ficar ligado na história para não perder nenhum detalhe. É uma jogada inteligente.

A Oitava Noite Netflix, portanto, é um filme muito bem realizado, com uma direção e roteiro sensíveis e atuações que facilitam ao espectador entrar nessa história densa. A tragédia que se segue, ao falar do sofrimento em sua mais pura essência, faz com que quem assiste fique tenso, mas também consiga tirar boas lições de sua história.

Parte desse sucesso se deve ao roteiro inteligente do diretor Kim, levando o espectador por meio de reviravoltas e ao mesmo tempo mantendo-o atualizado conforme a história se desenrola em A Oitava Noite.

Nenhum dos personagens principais ou coadjuvantes é inteiramente previsível, e isso é devido ao talento do diretor-roteirista em não apelar para o óbvio. No entanto, sem as performances eficazes entregues pelo elenco do filme, mais notavelmente Lee Sung-Min, a forma como os personagens se agarram ao coração do espectador não teria soado tão bem.

Com isso, o filme A Oitava Noite torna-se candidato a uma das principais produções do gênero na Netflix no ano de 2021, pois foge dos lugares-comuns aos filmes de suspense e traz, surpreendentemente, uma mensagem a respeito do nosso próprio cotidiano: o sofrimento é inevitável, e precisamos entender isso para que possamos conviver bem com esse sentimento.

Sinopse e Ficha Técnica do filme A Oitava Noite Netflix

Título Original: Je8ileui Bam;

Lançamento Netflix: 02 de Julho de 2021;

Direção e roteiro: Kim Tae-hyung;

Sinopse Netflix: Com um terço budista em uma mão e um machado na outra, um monge vai atrás de um espírito milenar que aterroriza a vida na Terra.

Duração: 1h 56min;

País de Origem: Coreia do Sul;

Classificação etária: 16 anos;

Gênero: Suspense, Terror, Drama, Sobrenatural.

Você também poderá se interessar por O Guia da Família Perfeita (comédia dramática), Um Clássico Filme de Terror, Beleza Avassaladora (romance policial), Rua do Medo 1994 (trilogia de terror), Dynasty Warriors (filme baseado em videogame) e Young Royals (romance homoafetivo de drama).

Compartilhe
Luiz Henrique Oliveira

Nascido em 1986, editor-chefe no Cenapop, colunista no Interprete.Me, redator no UOL e youtuber no Cinco Tons.