Aprendendo inglês com os games

Desde pequenos estamos expostos ao inglês, apesar de estar em um país de língua lusófona. São caixas de produtos com palavras “da moda” (a mídia deve achar cool falar inglês), algumas são palavras sem tradução que vemos na televisão, mas em nosso caso são principalmente os jogos.

Não vou entrar no mérito do fato de já haver jogos em português, pois o foco agora é outro. 🙂

 

Osmose da língua

ingles-zelda-naviAo menos aqueles que nasceram dos anos 90 para baixo, provavelmente cresceram jogando jogos em inglês. A escola pouco ajudava, mas quando chegávamos em casa estávamos expostos a todo tipo de palavras inglesas.

Com o tempo, algumas delas foram aprendidas naturalmente, e acabaram até entrando no vocabulário comum (play, start, stop, winner, looser, etc). Isso sem falar que íamos vendo os textos das falas dos personagens e nos habituando mais com a língua, o que facilita incrivelmente o aprendizado.

Zerávamos dezenas de vezes o mesmo jogo, repetíamos alguns jargões de personagens, sempre e sempre em contato com o inglês.

 

Unindo o útil ao agradável

golden-sun-3-dark-dawn
Golden Sun: Dark Down

Apesar disso tudo, a maioria ainda não é fluente em inglês. Por que?

Talvez porque ficávamos pulando aquelas conversas e explicações chatas, naquela língua estranha que a gente não entendia. E eu concordo que quando queremos avançar no jogo é muito inoportuno ter que ficar abrindo um dicionário de quase 1Kg (uns com mais de 5Kg) e folheando-o à procura de palavras soltas.

Mas, e para quem está interessado em aprender, verdadeiramente? Bom, existem vários cursos por aí que ensinam o básico de inglês, mas ficar só absorvendo informação e decorando vocabulário não nos faz aprender a língua. Temos que praticá-la.

Boas formas de prática são as músicas, filmes (assisti-los em inglês com legenda em inglês), a conversação com nativos (fácil conseguir isso nesta era da Internet)… Mas podemos usar os games à nosso favor.

Prince of Persia: Warrior Within
Prince of Persia: Warrior Within

Muitos jogos tem as falas pausadas, as quais só se desenrolam quando pressionamos um botão no controle. Então, em vez de ficar avançando a conversa apressadamente, tente compreende-la, e procure no dicionário aquilo que você não conhece, anotando para se lembrar depois.

Hoje em dia temos ótimos dicionários online que traduzem uma frase inteira, e nos poupa o tempo que perdíamos antes procurando (ah, século XXI, como te amo).

Após zerar seus jogos, que tal jogá-los novamente com legendas em inglês (mesmo para jogos que tenham opção em português), apenas para estudar um pouco ouvindo a voz de nossos queridos personagens?

Dessa forma passamos a nos acostumar não só com as palavras em si, mas também com a pronúncia. Ou você acha que está aprendendo inglês apenas para passar na universidade?

Você não pensa em fazer viagens? Aprender um conteúdo que só está disponível em inglês (e olha que tem muitos)? Quer depender de um tradutor o resto de sua vida? Acho que não.

 

Vamos lá, aprender inglês não é chato. Quem sabe depois de adquirir fluência você não comece com o francês, ou até japonês?

 

Pequenos jogos educativos

Alguns jogos infantis também podem ajudar. Mesmo que você esteja na flor de sua “adultecência” ainda pode aproveitar estes joguinhos para aumentar seu vocabulário.

Abaixo, algumas dicas de jogos que joguei, e pequenos comentários à respeito:

1. Aprenda a contar: Aqui na gente controla um coelho que pula corda, e vamos aprendendo os números até 100. O bom é que aprendemos a pronúncia (muitos cursos de inglês negligenciam essa parte). Só achei chato ter que recomeçar do início quando o coelho tropeça na corda.

2. Cores da moda: Aqui vamos vestindo uma menina (ou menino) de acordo com as cores que vão nos pedindo. Até que dá para aprender uma certa variedade de cores, mas faltou a parte da pronúncia.

3. Corpo Humano: Novamente faltou a parte da pronúncia, mas é um jogo bom para crianças. Seria interessante se tivesse uma versão mais complexa com mais partes do corpo, mas tudo bem… É um jogo infantil.

4. Vogais: Jogo onde se apresenta uma vogal e diversas figuras. Temos que clicar na figura cujo nome começa com a vogal em destaque. Bem interessante para testar o vocabulário.

5. Soletrando: Este jogo seria mais para crianças pequenas que tem o inglês como língua materna, pois as instruções vêm por voz e em inglês. Mas não é nenhum problema para marmanjos que estão em contato com a língua há tantos anos, certo?

Além destes, diversos podem ser encontrados por aí. Mas o segredo para aprender inglês está na prática.

Let’s enjoy the games we like and learn something from them. Not only “waste time” or “have fun”. ^_^

Mais Artigos

Sobre o Autor

Escritora, redatora e ilustradora autodidata, Nantai procura reavivar a centelha de magia que todos temos. Gosta de montanhas, gatos, e de escrever ao som da chuva. Gosta de falar sobre fantasia e ficção científica, e colabora neste blog com um pouquinho de tudo. www.bcrausnantai.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.