Longas e Curta-metragens

Areia Movediça Netflix (2019) Resenha da série sobre massacre escolar

Areia Movediça (Quicksand, ou “Störst av allt”, em sueco), uma série original Netflix, nos apresenta a um drama doloroso semelhante ao que Suzano-SP viveu recentemente: um tiroteio em uma escola (assista a série aqui).

Os episódios, adaptados do livro “Quicksand”, de Malin Persson Giolito, foram roteirizados por ninguém menos que Camilla Ahlgren, cujo trabalho é conhecido por “Os Homens que Não Amavam as Mulheres” (2009), “A Menina que Brincava com Fogo” (2009) e “A Rainha do Castelo de Ar” (2009).

Thriller de investigações em Areia Movediça

A história da série Netflix Areia Movediça coloca em foco a adolescente Maja Norberg (Hanna Ardéhn), que estuda em uma escola preparatória de um bairro rico, em Estocolmo. Ela é acusada de envolvimento no massacre ocorrido, onde tanto a melhor amiga quanto o namorado, Sebastian Fagerman (Felix Sandman), perdem a vida. Após nove meses de prisão, Maja Norberg vai a tribunal e, com o desenrolar das investigações, vamos descobrindo detalhes de sua vida privada e de seu relacionamento com Sebastian (e toda sua família).

Durante os episódios vemos diversas provas contra e a favor, de forma que somos forçados a nos questionar sobre a inocência de Maja. Afinal, o que levaria uma estudante popular, bem graduada e privilegiada a agir de tal forma? Em um certo ponto, é possível compararmos a série Areia Movediça a outro original Netflix, The Sinner, onde ficamos grudados na cadeira tentando entender o que realmente houve com a protagonista.

Areia Movediça Netflix e seus questionamentos

É certo que todos os tipos de produções mais sérias sempre trazem algum tipo de reflexão para nós, espectadores. Com Areia Movediça não é diferente, pois ao assistir pensamos a respeito do amor e sua natureza selvagem (como vimos com o relacionamento de Maja e Sebastian).

Também ficamos perto do conceito de culpa e seus efeitos colaterais, que podem ser desastrosos para uma pessoa, levando-a a um estado deplorável. Outras coisas que esta série Netflix coloca em pauta são as funções da justiça e, principalmente, o que as crianças e adolescentes fazem quando não estão sendo vistas por seus pais. Ou melhor: do que as crianças são capazes quando seus pais deixam de se importar com eles, com seus sonhos e suas maiores dores.

A família disfuncional que vemos retratada em Areia Movediça infelizmente é uma realidade de muitos jovens. Pais que não se importam, ou que se mantém afastados dos filhos, ou que simplesmente acham que adolescentes “são jovens demais para terem problemas”, e com isso desprezam suas dores, fazendo-os afundarem sozinhos numa areia movediça.

Muitas dessas atitudes rebeldes são, na verdade, um pedido de socorro. O problema é que, quando essas atitudes de rebeldia atingem os outros, o efeito é o de afastar as pessoas ainda mais, e isso acaba virando uma bola de neve cada vez maior e mais perigosa.

Elenco da série Netflix Areia Movediça (Quicksand)

A série original Netflix Areia Movediça foi dirigida por Per-Olav Sørensen e Lisa Farzaneh, e é de origem sueca.

Veja abaixo o principal elenco de atrizes e atores da série Areia Movediça:

Hanna Ardéhn como Maja
Felix Sandman como Sebastian
David Dencik como Peder Sander
Anna Björk como Camilla Norberg
Rebecka Hemse como Jeanette Nilsson
Kalled Mustonen como Kalle

Caso se interesse pela leitura do livro em inglês, o link para a Amazon é este (até a publicação deste artigo, não havia uma tradução para o português).

Você também poderá se interessar por Chambers, The Silence, Tijuana, Persona, A Loja de Unicórnios, Possessed (빙의), Nós Temos um Grande Problema, Carlo e Malik, Portal Verde, Estrada Sem Lei, Traidores e Se Eu Não Tivesse te Conhecido.

Trailer e informações da série Netflix Areia Movediça

Veja também uma crítica de Areia Movediça em vídeo, do canal Cinco Tons:

Sinopse Netflix 1: Após a tragédia numa escola abalar um rico subúrbio de Estocolmo, uma garota aparentemente normal vai a julgamento por assassinato.

Sinopse Netflix 2: Depois de um tiroteio numa escola sueca, a estudante Maja vai parar no banco dos réus acusada de assassinato. Será que ela é uma vítima? Ou uma assassina de sangue frio?

Duração: 45;

Classificação etária: 18 anos;

Ano de lançamento: 2019;

Gênero: Drama, policial, suspense;

Compartilhe
Nantai

Escritora, ilustradora e taróloga autodidata, Nantai procura reavivar a centelha de magia que todos temos. Gosta de montanhas, gatos, e de escrever ao som da chuva. www.bcrausnantai.com

Publicado Por