O e-Sport crescendo no Brasil

Ha um tempo eu fiz um post falando sobre o e-Sport. Lá eu explico bem do que se trata este fenômeno do atual século, que são os esportes baseados em jogos eletrônicos.

Antes de continuar, dê uma olhada aqui. COM CERTEZA algo vai chamar sua atenção 😍

O interessante é que ao navegar pelas Internets da vida me deparei com uma notícia falando sobre os ciberatletas brasileiros, e que eles chegam a ganhar R$ 3 mil por mês, e a jogar até 14h por dia. Parece bizarro? Um sonho?

Não, é bem real. A notícia (em texto e em vídeo), para quem quer ver na íntegra, está neste link.

Uma outra forma de se viver de games hoje em dia é com o coaching. Para quem não conhece o termo, trata-se de um treinamento (do termo coach, que significa treinador). Pessoas que têm um domínio muito grande sobre alguns jogos podem cobrar para treinar outros jogadores – os que querem se especializar, ou os que apenas querem vencer os colegas.

Um exemplo de uma pessoa que hoje vive apenas de coaching é o Felipe Malta, mais conhecido no mundo de Starcraft II como Bombs. Ele não joga profissionalmente como um ciberatleta, mas ensina técnicas de micro e macro gerenciamento, multitasting, técnicas de ataque e defesa, tudo isso de acordo com o perfil do jogador, e sempre focado na raça de preferência (terrano, protoss ou zerg).

Como podemos ver, para quem ama games existem diferentes maneiras de se viver disso hoje em dia. E creio que muitas formas ainda estão por vir!

Mais Artigos

One thought on “O e-Sport crescendo no Brasil

  1. Hoje em dia é complicado achar algo que não é bizarro.
    Ou um sonho, dependendo do ponto vista, sei lá. ^^
    Mas que é verdade que na atualidade sempre pode-se encontrar um meio de se sustentar com as mais diversas coisas, bem, isso é.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.