O e-Sport crescendo no Brasil

Ha um tempo eu fiz um post falando sobre o e-Sport. Lá eu explico bem do que se trata este fenômeno do atual século, que são os esportes baseados em jogos eletrônicos.

O interessante é que ao navegar pelas Internets da vida me deparei com uma notícia falando sobre os ciberatletas brasileiros, e que eles chegam a ganhar R$ 3 mil por mês, e a jogar até 14h por dia. Parece bizarro? Um sonho?

Não, é bem real. A notícia (em texto e em vídeo), para quem quer ver na íntegra, está neste link.

Uma outra forma de se viver de games hoje em dia é com o coaching. Para quem não conhece o termo, trata-se de um treinamento (do termo coach, que significa treinador). Pessoas que têm um domínio muito grande sobre alguns jogos podem cobrar para treinar outros jogadores – os que querem se especializar, ou os que apenas querem vencer os colegas.

Um exemplo de uma pessoa que hoje vive apenas de coaching é o Felipe Malta, mais conhecido no mundo de Starcraft II como Bombs. Ele não joga profissionalmente como um ciberatleta, mas ensina técnicas de micro e macro gerenciamento, multitasting, técnicas de ataque e defesa, tudo isso de acordo com o perfil do jogador, e sempre focado na raça de preferência (terrano, protoss ou zerg).

Como podemos ver, para quem ama games existem diferentes maneiras de se viver disso hoje em dia. E creio que muitas formas ainda estão por vir!

Mais Artigos

Sobre o Autor

Escritora, redatora e ilustradora autodidata, Nantai procura reavivar a centelha de magia que todos temos. Gosta de montanhas, gatos, e de escrever ao som da chuva. Gosta de falar sobre fantasia e ficção científica, e colabora neste blog com um pouquinho de tudo. www.bcrausnantai.com

One thought on “O e-Sport crescendo no Brasil

  1. Hoje em dia é complicado achar algo que não é bizarro.
    Ou um sonho, dependendo do ponto vista, sei lá. ^^
    Mas que é verdade que na atualidade sempre pode-se encontrar um meio de se sustentar com as mais diversas coisas, bem, isso é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.