Entretenimento

Filmes que Marcam Época Natal: Netflix 2020

Filmes que Marcam Época Natal é um registro da Netflix muito breve dos bastidores de dois filmes de Natal que acabaram se tornando um clássico com o passar do tempo: “O Estranho Mundo de Jack” (1993) e “Um Duende em Nova York” (2003). Assista aqui.

A série Filmes que Marcaram Época estreou com muito sucesso no catálogo da Netflix no ano passado, e fez fãs suficientes para deixar muita gente esperando por mais.

O que temos com Filmes que Marcam Época Natal é o equivalente a um aperitivo: dá o gosto, mas não é o suficiente para matar a fome. Serviu como um presente natalino interessante, mas sua duração acaba por ser frustrante e deixa o espectador ávido por mais episódios.

Do que se trata o documentário Filmes que Marcam Época Natal

Em Filmes que Marcam Época Natal, temos o formato quase idêntico à série que a baseou e também a derivada “Brinquedos que Marcam Época”, tendo a diferença de ter o clima natalino bem característico.

O documentário mergulha no processo de filmagem dos dois filmes citados, cobrindo tudo desde a edição, a relação dos produtores com os executivos de estúdio e alguns acidentes felizes que se tornaram alguns dos momentos mais memoráveis ​​que chegaram ao corte final de cada longa-metragem.

A série documental Filmes que Marcam Época Natal Netflix, portanto, faz um excelente trabalho informando ao público sobre alguns dos fatos mais incomuns e intrigantes que cercam os dois filmes. Por exemplo, a música de Danny Elfman teve uma grande influência na produção de “O Estranho Mundo de Jack”: as grandes inspirações do músico foram seus próprios sentimentos em relação à sua banda na época, a famosa Oingo Boingo (do hit “Stay”).

Por outro lado, “Um Duende em Nova York” quase sofreu interferências dos executivos de estúdio, que queriam remontar o longa na sala de edição e transformá-la em uma comédia completamente diferente. Jon Favreau, diretor do longa, impediu que o filme se tornasse uma coisa completamente diferente do que é conhecido hoje. Essa é uma revelação intrigante, informativa e reveladora.

Pontos negativos de Filmes que Marcam Época Natal

Filmes que Marcam Época Natal, no entanto, traz os mesmos problemas de apresentação e estilo que apareceram em suas temporadas anteriores, não dedicadas ao Natal. A narração, por exemplo, se impõe com muita frequência, inclusive sobre as entrevistas dos convidados. A edição dessas entrevistas não ajuda: muitas vezes, o narrador começa uma frase e os entrevistados a terminam com uma ou duas palavras. É um recurso que deveria ser “engraçadinho”, mas só atrapalha.

Além disso, a duração de cada episódio de Filmes que Marcam Época Natal também é frustrante, além do fato de que a produção tinha espaço para incluir outros clássicos de Natal, mas preferiu ficar apenas com os dois mostrados nessa temporada.

Na temporada regular de “Filmes Que Marcam Época”, dois dos filmes de Natal preferidos do público já aparecem (“Esqueceram de Mim” e “Duro de Matar”), mas seria possível incluir outros longas, como “Expresso Polar” ou “Os Fantasmas de Scrooge” (ambos de Robert Zemeckis) na lista de produções que ganharam um making-of desse estilo.

Ainda assim, os documentários Netflix Filmes que Marcam Época Natal é um bom presente para aqueles que gostam de conhecer os bastidores do cinema, até por mostrar que nem toda produção é recheada de facilidades e felicidade do começo ao fim.

Cinema dá trabalho, e fazer filmes é uma tarefa muitas vezes difícil e lenta. O resultado, no entanto, vale sempre a pena.

Sinopse e Ficha Técnica da série Filmes que Marcam Época Natal

Título Original: The Holiday Movies that Made Us;

Lançamento Netflix: dezembro de 2020;

Direção e roteiro: Brian Volk-Weiss;

Sinopse Netflix: Descubra as verdadeiras histórias por trás de diferentes campeões de bilheteria do Natal, com entrevistas e cenas dos bastidores.

Duração dos episódios: 45 minutos;

País de Origem: EUA;

Classificação etária: 12 anos;

Gênero: Série documental natalina, Por trás das lentes.

Você também poderá se interessar por A História do Palavrão, Vida Após a Morte, The Claus Family, Ariana Grande Excuse Me I Love You, Velozes e Furiosos Espiões do Asfalto, O Testamento da Vó e Por Trás Daquele Som.

Compartilhe
Luiz Henrique Oliveira

Nascido em 1986, editor-chefe no Cenapop, colunista no Interprete.Me, redator no UOL e youtuber no Cinco Tons.

Ver comentarios