Funcionário dos Céus Netflix (2019) é uma Crítica indireta à mídia?

Funcionario dos Ceus netflix serie tailandesa anjo caido investigando

A série Funcionário dos Céus, de origem tailandesa, chegou na Netflix sem fazer muito barulho (assista aqui). Com um estilo que mistura o humor com o drama (e uma pontada de crítica social), este original veio para agradar principalmente os fãs de doramas de comédia, daqueles que escolhemos para assistir num fim de tarde após um dia cansativo.

Sua premissa é simples: um anjo cai do céu para investigar os motivos de a humanidade estar fazendo menos ações bondosas, mas acaba sendo escolhido para compor a equipe de um repórter policial.

Funcionário dos Céus netflix serie tailandesa anjo caido investigando

Somente esse detalhe da série tailandesa Funcionário dos Céus já dá margem à nossa imaginação. Mas ao vermos os episódios vamos percebendo que tem algumas críticas escondidas em meio às cenas cômicas sobre nossa conduta como seres humanos.

O “sistema” apresentado em Funcionário dos Céus

A personalidade de Tep, o anjo da série Funcionário dos Céus, é do tipo que pode ser chamada de “sem sal” no início. Ele é honesto, nobre, não se espanta com as trivialidades humanas (pois é muito mais velho que a humanidade em si), e esse aspecto do personagem causa em nós um misto de riso e irritação.

Riso porque, evidentemente, essa personalidade neutra e literal às vezes cria situações cômicas, principalmente em conjunto com Ad, o jornalista. E irritação porque, como somos humanos (ah, jura?), temos emoções fortes. Ver uma pessoa (mesmo que seja um anjo) agindo como um robô indiferente às vezes faz a gente querer entrar no episódio e chacoalhar o sujeito pela gola da camisa.

Funcionário dos Céus netflix serie tailandesa anjo caido investigando

Mas esse é um detalhe interessante em Funcionário dos Céus Netflix. Tep, cuja missão é descobrir os motivos de a humanidade estar se desviando, é como uma metáfora para nosso lado bom (tirando a parte em que ele sempre parece entediado). Com essa representação do personagem, as constantes tentações pelas quais passa (sutis, mas perceptíveis ao longo dos episódios) é uma imagem de nós mesmos já que, tal como vimos na série Netflix Funcionário dos Céus, nós também temos que lutar contra um sistema pré-estabelecido que praticamente nos força a ir contra nosso lado bom.

E o anjo Tep está ali para mostrar que, apesar disso, não precisamos ser vítimas do sistema. Às vezes temos que enfrentar o que todos chamam de “regra” e ir de acordo com nossos valores. Seguir nosso coração nem sempre é uma escolha ruim.

Funcionário dos Céus netflix serie tailandesa anjo caido investigando

A mídia cruel de Funcionário dos Céus Netflix

Em quase todos os episódios da série tailandesa Funcionário dos Céus os repórteres (incluindo o protagonista Ad) estão atrás de um furo, ou seja: uma notícia bombástica fresquinha.

Para quem trabalha em revistas, jornais e blogs de notícias e fofocas, quanto mais inédita e chocante for uma notícia, melhor. E isso acaba inevitavelmente criando caçadores de desgraças. Sei que é um termo forte (talvez até ofensivo, por isso já peço desculpas), mas na prática não deixa de estar muito longe do que acontece em muitos jornais sensacionalistas.

Funcionário dos Céus netflix serie tailandesa anjo caido investigando

A série tailandesa Funcionário dos Céus Netflix consegue brincar com isso de forma que a crítica fique bem sutil, mas sempre presente. Ao longo dos episódios vemos repórteres correndo atrás de infortúnios alheios como se fossem pequenas medalhas. Uma mensagem nas entrelinhas de que: a dor de quem sofre não importa tanto, o que importa são as notícias.

Ao colocar o anjo Tep neste cenário, a série Funcionário dos Céus tem a chance de mostrar como é possível viver neste mundo e mesmo assim ajudar. Apesar do que eu falei acima sobre repórteres, eles são muitas vezes os responsáveis pela resolução de casos complicados. No fim das contas, não é que esses profissionais (investigadores, jornalistas, e pessoas que lidam com a desgraça diariamente) não tenham sentimentos ou que sejam insensíveis. O que acontece é que eles precisam se imunizar dessa empatia para conseguirem trabalhar. É como se criassem um escudo para que consigam ver certas coisas sem se abalarem e, dessa forma, terem a força necessária para seguirem em frente e, quem sabe, ajudar.

A série Funcionário dos Céus vale a pena?

A série Netflix Funcionário dos Céus pode ter seus defeitos, e certamente haverá pessoas se incomodando com uma série de detalhes menores como enredo fraco e personagens rasos e previsíveis. Mas, se pensarmos que a série foi propositalmente criada para ser leve, isso pode até ser perdoável.

Se você é um espectador exigente, poderá não gostar de Funcionário dos Céus Netflix e talvez abandone a série lá pelo episódio 4 ou 5. Mas se você gosta do estilo e está mais familiarizado com produções tailandesas, este original poderá lhe entreter durante um tempo.

Funcionário dos Céus netflix serie tailandesa anjo caido investigando

A propósito, deixe abaixo suas opiniões sobre o que mais gostou na série e também sobre os pontos que mais te irritaram. Funcionário dos Céus, apesar de tudo, tem boas lições para nos ensinar, não acha?

Crítica em vídeo de Funcionário dos Céus Netflix

Se você é do tipo que gosta de ver críticas em vídeo, recomendo a que foi feita pelo canal Cinco Tons. Segue abaixo:

Informações da série tailandesa Funcionário dos Céus

Lançamento Netflix: 27 de junho de 2019;

Sinopse Netflix: Um anjo desce para a Terra com o objetivo de descobrir por que os humanos estão fazendo menos bondades e acaba acolhido por um ambicioso repórter policial e sua equipe.

Duração dos episódios: aproximadamente XX minutos;

País de Origem: Tailândia;

Classificação etária: 16 anos;

Ano de lançamento: 2019;

Gênero: Drama, Comédia.

Você também poderá se interessar por O Escolhido, Shaft, Anima, Dark e The Confession Tapes.

Funcionário dos Céus Netflix (2019) é uma Crítica indireta à mídia?

A série Funcionário dos Céus chegou à Netflix sem fazer muito barulho. Com um estilo que mistura comédia e drama, a produção tailandesa traz críticas ocultas. Veja.

Editor's Rating:
3

Mais Artigos

Sobre o Autor

Lyan K. Levian é contista e romancista de histórias homoafetivas e homoeróticas, principalmente com foco no público que se denomina "fujoshi" e "fudanshi" (fãs de yaoi/boys love). Conheça os trabalhos de Lyan: www.lyanklevian.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.