Crítica: Laço Materno – filme Netflix (2020)

laco materno netflix filme japones drama

Laço Materno, filme japonês que acaba de estrear na Netflix, é um filme desconfortável (assista aqui).

O drama dirigido por Tatsushi Ohmori tem a intenção de deixar qualquer pessoa desconfortável, quase virando o rosto para não ver o que está acontecendo na tela. A maioria das pessoas fará isso – o que significa que a produção alcançou seu objetivo.

Do que se trata o filme Netflix Laço Materno

O filme Laço Materno Netflix conta a história de Akiko e Shuhei (baseada em um caso verídico ocorrido em 2014), mãe e filho que estabelecem uma relação que pode ser chamada de tóxica. Acompanhamos a história do rapaz desde sua infância e as circunstâncias em que sua mãe o criou: repleto de abusos e ideias furadas que servem apenas para ganhar alguns trocados.

Anuncio:

Celular Realme 6 pro 8gb ram 128gb de R$ 2.349,00 por R$ 1.557,19 só na Black Friday do AliExpress com opção de entrega do Armazem do Brasil.

Akiko é um ótimo exemplo do que uma boa mãe não deve ser. Ela usa o filho para ter lucro, manipula o rapaz como convém e causa nele uma relação extrema de dependência. Além disso, ela também mostra um comportamento sociopata ao manipular as pessoas ao redor para conseguir atingir seus objetivos, quase sempre mesquinhos. Ela não se importa em sacrificar uma relação saudável com Shuhei em benefício próprio.

Tanto Akiko quanto Shuhei também sofrem abusos externos de um mundo nada amigável. A história de mãe e filho se torna cada vez mais densa à medida em que diversas situações, aturadas por anos, vão criando uma sensação de esgotamento.

laco materno netflix filme japones drama

A construção dos personagens

Boa parte da força do filme Netflix Laço Materno está na construção dos personagens principais. Akiko e Shuhei são complexos e tridimensionais, o que faz com que, querendo ou não, nos aproximemos deles. Ao mesmo tempo em que podemos julgar as atitudes da mãe, também não podemos condená-la; por outro lado, a inação do filho em relação aos comportamentos dela podem ser explicados por uma relação enviesada de amor.

No entanto, Akiko é a personagem mais fascinante. Ela consegue se mostrar cativante ao mesmo tempo em que pratica atos horrorosos contra si e seu filho, degradando-se a ponto de chegar ao fundo de um poço que não parecia ter fim. Ela usa sua história e seus parentes para conseguir dinheiro. Com isso, se mete com homens que não querem nada dela a não ser sexo rápido por uma mixaria. A esperança parece não existir nessa história.

Anuncio:

HD SSD extremamente barata, confira!

Apesar disso, conforme o original Netflix Laço Materno avança, uma luz parece surgir no fim do túnel, principalmente na personagem Aya, uma assistente social, que parece ter vontade de ajudar Shuhei a sair da vida degradante que leva. Ele também se mostra uma bela construção feita pelo roteiro, escrito por Takehiko Minato e Tatsushi Ohmori.

O rapaz se mostra extremamente esperto e, apesar de tudo, mantém um fio de esperança brilhando em seus olhos. Mas a realidade é implacável – e Laço Materno volta a ser um filme amargo.

laco materno netflix filme japones drama

Produção e conclusão

Tatsushi Ohmori faz um trabalho exemplar ao nos apresentar personagens ao estilo “feios, sujos e malvados”, ao mesmo tempo em que criamos a empatia necessária para nos preocuparmos com eles. A inocência do amor de Shuhei por sua mãe abusiva é tocante, ao mesmo tempo em que entendemos os motivos de Akiko, mas não perdoamos suas atitudes.

Por fim, é preciso exaltar, neste filme Netflix Laço Materno, um elenco fantástico. Masami Nagasawa, intérprete de Akiko, leva o filme nas costas sem nenhuma dificuldade. Sho Gunji (como o jovem Shuhei) e Daiken Okudaira (como o adolescente Shuhei) também apresentam desempenhos consistentes e emocionantes. A composição de Nagasawa e Okudaira para personagens tão complexos é digna de prêmios.

Laço Materno é uma história difícil de acompanhar. Muitas vezes a vontade é parar o filme, tamanho o nervosismo que as atitudes de Akiko causam. Mas, ao fim, o enredo angustiante mostra um belo domínio da linguagem cinematográfica, ao trazer pessoas tão fraturadas de uma forma que gere empatia junto ao espectador, por mais fria que a história seja.

Anuncio:

TV 4K com Alexa integrada de fabrica homologada pela Amazon.

Sinopse e Ficha Técnica do filme Netflix Laço Materno

Título Original: Mother;

Lançamento Netflix: 03 de Novembro de 2020;

Direção e roteiro: Takehiko Minato, Tatsushi Ohmori;

Sinopse Netflix: A mãe de Shuhei se sente ameaçada quando ele começa a despertar para um mundo além do seu controle doentio e acaba conduzindo a família a uma tragédia.

Duração: 2h06;

Anuncio:

Como Desenhar Melhor.

País de Origem: Japão;

Classificação etária: 16 anos;

Ano de lançamento: 2020;

Gênero: Drama.

Você também poderá se interessar por Missão Presente de Natal, Passarela de Sonhos, Amor e Anarquia, Os Segredos de Saqqara, Private Life e Apostando Alto.

Mais Artigos

Sobre o Autor

Nascido em 1986, editor-chefe no Cenapop, colunista no Interprete.Me, redator no UOL e youtuber no Cinco Tons.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.