Maidentrip – Adolescente Laura Dekker dá a volta a mundo sozinha com seu barco

Dá pra acreditar? Se você se considera uma pessoa corajosa, convido-lhe a assistir o documentário Maidentrip para ver o quanto sua coragem pode ser ridicularizada por uma garota de 14 anos! Laura Dekker fez, sozinha, uma viagem ao redor do mundo e documentou tudo em vídeo. Ela simplesmente dá uma lição de que qualquer ser humano é capaz de conquistar qualquer coisa.

maidentrip2
Laura Dekker e seu barco

Antes de continuar, dê uma olhada aqui. COM CERTEZA algo vai chamar sua atenção 😍

Fico pensando em como muitas pessoas se escondem por trás de uma ilusão de fragilidade, e se limitam em não fazer muitas coisas que poderiam se realmente se empenhassem. É uma pena que a sociedade nos coloca amarras a todo tempo, desde criança, nos fazendo crer que não é possível, nos podando para que nos adequemos à forma que a maioria pensa e age.

Por este motivo este documentário é imperdível, para que possamos aprender um pouco sobre perseverança  com a destemida Laura Dekker.

 

Governo tenta impedir a viagem de Laura Dekker

Tão audaciosa foi a decisão de Laura que o governo e a mídia da Holanda tentaram impedir esta empreitada da garota, porém no fim perderam a batalha e ela iniciou a viagem.

Imagine o quanto ela enfrentou de resistência e inúmeras mensagens de desincentivo. E quando temos uma ideia ou um sonho, bastam três pessoas falarem mal, ou nos desencorajar, para cogitarmos a desistência. Sempre que pensar em desistir de algo por medo, pense nesta menina, que viajou sozinha de barco pelo mundo, e permita-se sentir uma pessoa fraca e idiota.

Não se preocupe. Este sentimento pode ser o “pé na bunda” que você necessitava… Quem sabe com este tipo de comparação tome atitude e finalmente se aventure pelos seus sonhos, não é?

 

Maidentrip: medo da solidão?

maidentrip-trailer-01

Acho que o pior medo das pessoas hoje em dia é de ficarem isoladas em seus próprios pensamentos. Parece que há uma necessidade louca de se distrair o tempo todo. Este tipo de solidão que a Laura enfrentou é o ambiente ideal para evolução pessoal profunda. Carl Gustav Jung teve grande avanço na psicologia porque parte de sua vida se isolou, permitindo assim ter um contato mais puro com seu interior. As nossas distrações do dia a dia só fazem com que fiquemos mais e mais longe de nós mesmos, navegando sempre na superficialidade e refém dos mesmos medos e complexos a vida toda. Aquele tal potencial gigantesco de 90% que o cérebro tem “ocioso” só seria possível despertar com foco, coisa que hoje em dia está realmente escasso.

O seu melhor te proteje: o poder da energia positiva

Se você não acredita na força da energia positiva, este documentário mostra como ela pode proteger qualquer ser humano. Uma vez eu ouvi Luiz Gasparetto dizer a seguinte frase: “O seu melhor te protege”. Eu sempre reparo que as merdas em minha vida só acontece quando começo a acreditar e temer as coisas ruins, parece um ímã. Pense por um momento na quantidade de coisas ruins que poderia ter acontecido com Laura. Segue algumas delas abaixo para lhe ajudar:

  • Quebrar parte do barco no meio do oceano em uma tempestade;
  • Encontrar piratas (ela sabia deste perigo e até escolheu outra rota para evitar);
  • Ser molestada por alguém estando em terra em países de cultura extremamente machista, ou simplesmente acabar encontrando com algum barco de pessoas maldosas que não tem nada a perder;
  • Ter seu barco furtado em algum porto;
  • Tropeçar ou escorregar durante a viagem (em alto mar) e quebrar um braço ou perna;
  • Todo país onde ela desembarcava tinha de procurar a imigração, sabendo da idade dela e dependendo das leis do pais poderia ter algum tipo de problema;
  • Ter problemas com falta de vento para mover seu barco e começar a ter escassez de suprimentos.
  • A ave que pousou no barco dela poderia atacá-la, machucando feio e correr sério risco de pegar uma infecção grave no meio do oceano;

Essas e muito mais coisas inimagináveis. Mas em vez de medo ela sentiu energia positiva e teve foco. Tanto que em uma tempestade até gritou de êxtase em momentos que muito marmanjo choraria de medo num canto.

Só os ricos realizam sonhos?

Você pode estar pensando que ela só fez isso porque era rica. Muito pelo contrario. Ela e o pai viveram tempo em lugares improvisados e Laura nem tinha uma estrutura familiar estável, já que seus pais eram separados e sua mãe não se importava muito com ela. Por isso, se você é expert em inventar desculpas para não seguir seus sonhos loucos, pode parar por aí.  Se tiver fé o bastante nunca o medo afetará o processo. Em qualquer problema inesperado aparecerá solução.

Se você assistiu comente abaixo e compartilhe sua impressão.

Mais Artigos

5 thoughts on “Maidentrip – Adolescente Laura Dekker dá a volta a mundo sozinha com seu barco

  1. Simplesmente maravilhoso o que pode um ser humano realizar quando tem toda a determinação de que precisa: A própria determinação.
    Virei fã da Laura Dekker e com certeza mostrarei este filme para os meus filhos.
    Aliás assistirei com eles um dia.
    Veja o filme e veja como o sonho de uma pessoa pode ser planejado, executado e realizado.

  2. Incrivelmente incrível eu amo pessoas assim,me identifico muito,eu amo sonharw aventuras,principalmente aquelas que quando você conta as pessoas dizem assim:você é doida!
    Hoje em dia só pensam em bens materiais como Laura diz no documentário: Querem ter uma casa,um carro,uma família e dinheiro para fazer umas simples viagens,eu quero ir além disso. O que ela disse é tudo pra mim no meio que eu vivo eu sou diferente de todos eu sou uma Laura aqui sou julgada doida por sonhar alto por querer ir além meu Marido me acha doida mais tenho plena certeza que as minhas doideiras que pra mim são apenas sonhos normais se tornaram reais e me transformarão na mulher mais feliz do mundo.
    Eu sou Laura eu sou Michelle eu amo sonhar de todos que tive só resta um sonho a se cumprir EUA❤️.

  3. Amei
    Isso me incentivou a realizar meu sonho. Morar no cerrado, viver somente com o que a natureza me oferece.
    Quero ser feliz do meu jeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.