Manju Netflix: Resenha da série indiana que fala sobre correr atrás dos sonhos

manju netflix serie indiana drama sonhos jogar criquete capa

A série Netflix Manju conta uma história sobre esperança. Entretanto, para alcançá-la é preciso percorrer um longo caminho. A série, que chega agora ao catálogo da Netflix, provoca reações de repulsa ao mesmo tempo em que nos faz refletir. É a história de como uma pessoa pode projetar seus sonhos fracassados em outras, que só querem seguir com sua vida normalmente, trilhando seu próprio caminho (assista aqui).

manju netflix serie indiana drama sonhos jogar criquete 01Baseado em um livro de muito sucesso do escritor Aravind Adiga chamado “Selection Day”, o seriado Manju é uma adaptação que acaba superando a obra que o inspirou.

Enquanto no livro os personagens têm um viés de loucura e até mesmo non-sense, aqui eles são mais realistas, além de focar realmente no drama comovente de dois rapazes que só querem seguir seus próprios destinos, sem depender de ninguém.

Projeção

Manju conta a história de dois garotos que são criados desde pequenos pelo pai para se tornarem grandes jogadores de críquete. Esse esporte é bastante popular na Índia, onde a história se passa. Porém, os dois nunca desejaram seguir essa carreira. Só estão nela porque o pai – um sujeito autoritário, violento e agressivo – assim deseja. Temendo pela reação dele e também serem expulsos de sua casa já humilde, eles se submetem. A série, portanto, nos aproxima desses dois garotos para que possamos entender quais são os reais sonhos e anseios que eles têm para seus próprios futuros. Ao mesmo tempo, acompanhamos a jornada do pai, que se movimenta nos bastidores para conseguir fazer com que os garotos brilhem no esporte, à revelia deles próprios.

manju netflix serie indiana drama sonhos jogar criquete 02Portanto, esse é um trabalho focado na tristeza. Os dois protagonistas da história não são jovens felizes, pelo contrário: são sujeitos que vivem de cabeça baixa, tendo que obedecer aos mandos e desmandos do pai, que controla suas vidas em seus mínimos detalhes. Há até mesmo um elemento psicológico nessa relação: o pai projeta seu próprio fracasso como pessoa e esportista nos seus filhos, tentando fazer com que eles alcancem o sucesso que ele mesmo não conseguiu.

Já vimos essa história antes. E sabemos como ela costuma terminar.

Na série Manju, porém, há uma luz no fim do túnel. Ao receberem uma oferta de bolsa de esportes, os rapazes começam a vislumbrar uma saída desse tormento que vivem. É claro que isso não será fácil. Há diversos interesses envolvidos, e principalmente: a figura do pai, que sempre faz sombra às pretensões que qualquer um deles possa ter. Acompanhamos essa história com aflição, já que a cada pequena vitória que eles obtém há um mar de outros problemas para resolver. E eles também, nesse período, vão evoluindo como pessoas, amadurecendo e tornando suas almas mais livres – mesmo que ainda com as imposições que sofrem.

História comovente

Manju é, portanto, uma história comovente que chega à Netflix para nos deixar apreensivos com os destinos desses dois garotos. Os atores que os interpretam (Yash Dholye e Mohammad Samad) atuam na medida certa ao mostrar a vulnerabilidade que eles têm diante da autoridade esmagadora do pai. Este, aliás, é um dos grandes pontos altos do seriado: o ator Rajesh Tailang entrega uma performance intensa e assustadora, como um homem que é capaz de tudo – até mesmo de sacrificar seus filhos – para atingir seus objetivos.

manju netflix serie indiana drama sonhos jogar criquete 03

Tendo uma season finale de encher os olhos (de lágrimas), a série Netflix Manju é recomendado para quem gosta de melodrama pesado, que faz chorar de raiva, de emoção e de tristeza. Entretanto, mantendo sempre uma ponta de esperança, que no fim acaba brilhando mais forte, como deve ser.

Você pode gostar também das séries VocêMemórias de AlhambraBaby, e também os filmes Quando os Anjos DormemSementes PodresRoma.

Trailer e informações da série indiana Manju Netflix

Sinopse 1: Ele e seu irmão foram criados para se tornarem astros do críquete. Até onde vale correr atrás de um sonho que não é seu?

Sinopse 2: Dois jovens prodígios do críquete lutam para realizar seus sonhos e forjar suas identidades, enfrentando um pai autoritário e um sistema que está claramente contra eles.

Ano de lançamento: 2018;

Gênero: Drama;

Anuncio Patrocinado:

Já pensou em faturar com WhatsApp? Me chamo Luciano Augusto e no ano de 2018 faturei mais de R$ 4.476.974,22 milhões com vendas, sendo que 1 milhão foi apenas só no mês de Dezembro.

Convido você a entrar no grupo de Whatsapp abaixo para que eu possa lhe mostrar meus resultados e apresentar a proposta do método. Segue o link:

Entrar no Grupo Formula WhatsApp

Mais Artigos

Sobre o Autor

Eventualmente temos correspondentes variados em nosso blog, que são os "convidados". Trata-se de artigos escritos por diferentes pessoas, todos feitos especialmente para o Interprete-Me (conteúdos originais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *