Longas e Curta-metragens

Manual do Presidiário Netflix: Resenha do dorama sul-coreano

O k-dorama Manual do Presidiário (cujo título original é Prison Playbook) é um original Netflix da Coréia do Sul e que foi produzido e exibido pela TVN, uma das principais redes de televisão de lá (assista aqui).

A série, que estreou em novembro de 2017, vem conquistando o público com seu enredo envolvente e carregado de uma boa dose de drama. Cada um dos episódios do dorama são bem longos, e têm praticamente a duração de um filme. Por isso, é recomendada para quem gosta de histórias bem completas e que trabalhem bastante os sentimentos e a personalidade dos personagens.

Apesar de dramático, a série não deixa de trazer algumas cenas de comédia, que tem como ambiente uma prisão e um protagonista que nunca antes esteve num local assim (neste sentido, há certa semelhança com Orange is the New Black, mas as semelhanças acabam aí).

Drama e comédia se misturam

O enredo pode ser definido com uma palavra: envolvente. No começo da história, um jogador de beisebol que está prestes a se juntar ao aclamado time do Boston Red Sox (um dos maiores times de beisebol ao lado de grandes como os Yankees e os Tampa Bay Rays), descobre que irá perder sua liberdade indo para a prisão.

Imagine ter sua vida virada de cabeça para baixo com uma notícias dessas: num dia, um promissor jogador em um esporte que é sua paixão… No outro, um presidiário. A razão que o roteiro de Manual do Presidiário deu para a sua prisão é algo até que polêmico (se formos pensar profundamento no caso, do ponto de vista da vítima): violência excessiva contra um estuprador.

O personagem principal, Kim Je-hyuk, é muito carismático e o ator não deixa a desejar na atuação. Seu jeito meio atrapalhado traz algumas cenas muito boas de comédia, que servem para amenizar o drama doloroso da série.

O jogador de beisebol irá contar com a ajuda de um amigo de infância que, por sorte, é agente penitenciário. Aos poucos, Kim Je-hyuk deve se adaptar à vida na prisão, enquanto aprende a lidar com os outros presidiários.

O dorama Manual do Presidiário vai ensinar algumas lições valiosas ao público de como sobreviver a mudanças radicais em ambientes totalmente novos.

Elenco e direção do k-dorama Netflix Manual do Presidiário

No papel do protagonista Kim Je-hyuk, condenado à prisão, temos Park Hae-soo (The Liar and His Lover). O ator sul-coreano, que não tem muitos trabalhos em seu currículo, fez com excelência o papel em Manual do Presidiário, ganhando o 2nd The Seoul Awards, na categoria de Melhor Novo Ator (Drama).

O elenco também conta com Jung Kyung-ho (I’m Sorry, I Love You e Smile, You) no papel de melhor amigo do personagem principal.

O destaque de personagens secundários fica com a cantora e atriz Krystal Jung (Legend of the Blue Sea), que interpreta a ex-namorada de Kim; e o ator Park Ho-san, que interpreta um engenheiro condenado à prisão, ganhando dois prêmios de Melhor Ator Coadjuvante por esse papel.

A direção também não deixa a desejar. Ela fica por conta de Shin Won-ho, mesmo diretor de Reply 1997, 1994 e 1988. Won-ho foi indicado, por conta do dorama Netflix Manual do Presidiário, ao prêmio de Melhor Diretor no 54th Baeksang Arts Awards, uma importante cerimônia sul-coreana.

Manual do Presidiário está disponível na plataforma de streaming Netflix e conta com uma temporada de 16 episódios. Contamos que você irá gostar da história, e por isso recomendamos também The Sinner#nãomejulgueGarota de ForaAs diversas faces de Ito, Hibana: SparkMan to ManWhite Nights.

Entenda melhor sobre o que Realmente é um dorama, e saiba algumas curiosidades.

Imagens e informações do k-dorama Manual do Presidiário Netflix

Sinopse 1: Até as maiores estrelas passam a ser mera estatística. Na prisão, as regras são outras.

Sinopse 2: Faltando muito pouco para estrear na Major League Baseball, uma estrela promissora do esporte vai parar na prisão e precisa aprender a se virar nesse novo mundo.

Total de episódios (na data deste post): 1 temporada com 16 episódios de aproximadamente 90 minutos cada;

Classificação etária: 14 anos;

Ano de lançamento: 2017;

Gênero: Drama, dorama;

Compartilhe
Convidado

Este é um artigo enviado por um convidado do site.

Ver comentarios

Publicado Por