Máquinas Mortais: opinião sincera (Mortal Engines 2018)

maquinas mortais filme 2018 resenha opiniao vale a pena mortal engines

Quando o filme Máquinas Mortais estreou nos cinemas, em 2018, muito se esperava dele (assista aqui). Isso porque, com a produção de ninguém menos que Peter Jackson (responsável pelas trilogias O Senhor dos Anéis e O Hobbit), as expectativas foram exacerbadas.

Antes de continuar, dê uma olhada aqui. COM CERTEZA algo vai chamar sua atenção 😍

No entanto, a ilusão não demorou muito: o filme é uma salada de referências que nunca consegue encontrar seu verdadeiro brilho.

Do que se trata o filme Máquinas Mortais

A história do filme Máquinas Mortais nos mostra um planeta devastado pela chamada “Guerra dos 60 minutos”, que dizimou a maioria da população da Terra.

Os sobreviventes tiveram que se virar para sobreviver em um mundo agora hostil a eles: criaram enormes cidades móveis.

maquinas mortais filme 2018 resenha opiniao vale a pena mortal engines cidades sobre rodas

Essas cidades nada mais são do que estruturas gigantescas que, para manter sua sobrevivência, precisam atacar cidades menores para conseguir mais recursos.

Como se nota, o filme tinha realmente um enorme potencial, ainda mais quando notamos que ele faz uso da sempre interesse estética steampunk, que deveria ser mais explorada no cinema atual.

maquinas mortais filme 2018 resenha opiniao vale a pena mortal engines cidades sobre rodas

Entretanto, como dito no começo dessa crítica, a história do filme Máquinas Mortais é lamentavelmente tosca. Há um problema claro no roteiro que, na tentativa de explicar tudo para o espectador, deixa tudo muito “mastigado” em diálogos explicativos demais, tirando a surpresa que esse mundo tão diferente poderia proporcionar.

Falta coesão às falas e atitudes de muitos dos personagens, e o conceito da “cidade móvel” acaba servindo apenas como um pano de fundo chique (e caro) para uma história fadada ao fracasso narrativo.

maquinas mortais filme 2018 resenha opiniao vale a pena mortal engines

Além disso, há um erro gigante na condução dos atores. Christian Rivers, em seu primeiro filme, deixou toda a ação filmada como um grande teatro, com atores empostados como se estivessem em um palco.

Os conflitos sociais, que poderiam ser tão bem debatidos como alegoria nas “cidades móveis”, também são tratados com desdém tanto pelos roteiristas quanto pelo diretor, causando enorme decepção ao fim do filme.

Um grande problema do filme Máquinas Mortais

Mas nada poderia ser mais constrangedor do que o vilão, Thaddeus Valentine, interpretado por Hugo Weaving. O ator, que esteve em vários clássicos como o já citado O Senhor dos Anéis e também em Matrix, tem aqui uma das piores atuações de sua carreira.

As motivações do personagem são nulas; não há qualquer desenvolvimento para que o espectador entenda seu enredo; a caracterização está terrível. Há muito o que se lamentar nesse sentido, gastando um bom ator em uma caricatura.

maquinas mortais filme 2018 resenha opiniao vale a pena mortal engines Thaddeus Valentine

Se há algo que chama a atenção no filme Máquinas Mortais é seu visual, inegavelmente bem feito. No entanto, torna-se um quadro vazio quando todos os cenários construídos em computação gráfica precisam “dizer” algo a quem assiste. Você pode admirar a beleza das paisagens, mas elas não contribuem em quase nada para a trama.

Vale a pena assistir Máquinas Mortais?

Dessa forma, o longa metragem Máquinas Mortais é um filme realizado com pompa e circunstância, mas não acrescenta em nada a quem o assiste.

Ofertas Relampago Shopee

É frustrante, dado que muitas pessoas de sua produção tem no currículo obras máximas do cinema contemporâneo.

Serve apenas para quem procura algo para assistir sem compromisso na Netflix; algo para não prestar muita atenção a não ser em seu visual bem executado.

maquinas mortais filme 2018 resenha opiniao vale a pena mortal engines cidades moveis

Sinopse e Ficha Técnica do filme Máquinas Mortais

Título Original: Mortal Engines;

Lançamento original: 2018 (lançamento Netflix em 2021);

Direção e roteiro: Christian Rivers, Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson;

Sinopse Netflix: Em um mundo pós-apocalíptico, uma jovem e seus amigos rebeldes tentam impedir que a perigosa cidade móvel de Londres devore tudo o que encontra pelo caminho.

Duração: 2h08;

País de Origem: Estados Unidos, Japão;

Classificação etária: 14 anos;

Gênero: Ficção científica, Steampunk, Ação e Aventura.

Você também poderá se interessar por Lupin Parte 2 (série Netflix), Din e o Dragão Genial (animação), Série Loki (Disney Plus), Os Mestres da Fritura (reality Netflix) Elite Histórias Breves Guzmán Caye Rebe, e Trese (animação Netflix).

Mais Artigos

One thought on “Máquinas Mortais: opinião sincera (Mortal Engines 2018)

  1. Bem, bem, nem li o livro de onde o filme foi baseado, mas, certamente, é história geral envolvente – altamente bem filmada e bolada em termos de caracteres, cenas, imersividade, modelos 3D em seus grandes efeitos especiais – que, facilmente, lhe renderia nota 9. Bastante interesse a película desperta do início ao fim e, se há falta de verossimilhança na narrativa e quiçá atuações – leves problemas de direção há aqui -, é mais uma história de apocalipse, porém bem realizada – que nos prende até o fim!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.