Me Tira Daqui é um k-dorama Netflix que estreou em Junho de 2021. Sendo um dos gêneros mais buscados na plataforma atualmente, certamente essa produção deverá agradar a alguns, mesmo com os problemas narrativos que não permitem que a série tenha uma avaliação plenamente positiva (assista aqui).

Isso porque, muitos dos problemas da série Netflix Me Tira Daqui estão em seu caráter episódico, ou seja, são pequenas histórias contadas ao longo de 12 episódios, e que por sua brevidade torna quase impossível conseguir uma ligação emocional com esses personagens.

Do que se trata Me Tira Daqui da Netflix

A história do dorama Netflix Me Tira Daqui se passa dentro de um colorido e diversificado dormitório universitário internacional na Coreia do Sul. Esse é o lar de estudantes de todo o mundo, que falam inglês e coreano em doses iguais. Há uma série de situações entre os moradores desse local que os coloca dentro de pequenas histórias que, aos poucos, ameaçam se entrelaçar.

No entanto, a série Me Tira Daqui fica só na ameaça, mesmo. Isso porque o dorama é um tanto quanto tosco em sua pretensão, e também em sua produção. Parece uma história para adolescentes de primeira fase, como as séries mais “bobinhas” que podem ser vistas em canais dedicados a esse público, como a Disney Channell.

Com isso, se conclui que Me Tira Daqui tem um humor infantil, bobo e que não condiz com a inteligência de seu público alvo, que consome séries mais maduras. Além disso, a produção faz uso da famosa “claque”, uma faixa de riso como acontece em Chaves, para induzir o espectador a dar risada – quase sempre, sem sucesso: muitas vezes, o som está desconectado com o que estamos vendo na tela, com o riso entrando antes do fim da piada que o personagem está dizendo. Terrível.

A aleatoriedade de Me Tira Daqui também é um incômodo, visto que no começo nada parece ligar com nada. Tudo fica desigual, e não dá para entender quase nada do que a história quer nos passar. Apesar de melhorar em sua metade final, o espectador certamente já estará cansado e raramente vai querer chegar ao final.

A série Netflix Me Tira Daqui vale a pena?

Com isso, Me Tira Daqui se transforma em um enorme desperdício de tempo. Mesmo com a melhora apresentada nos seis episódios antes do fim, o começo é um tormento onde tudo que poderia dar errado, deu. É infantil demais para um público que já está mais desenvolvido, faz piadas fora de hora e tem um formato que em muito lembra o finado Zorra Total, aqui do Brasil.

Por essa razão, a recomendação é que passe longe desse dorama. Existem tantos outros muito bons na Netflix que merecem a sua atenção, então é melhor não gastá-la com uma trama rasa, com atores mal dirigidos e, principalmente, com um roteiro que ofende a inteligência do espectador.

Sinopse e Ficha Técnica do dorama Netflix Me Tira Daqui

Título Original: So Not Worth It;

Lançamento Netflix: 18 de Junho de 2021;

Sinopse da série Netflix: Novas amizades, amores e experiências se misturam em um dormitório de uma universidade coreana que recebe alunos de todo o mundo.

Sinopse do 1º episódio da série So Not Worth It: Enganado por Se-wan a pensar que quebrou o telefone dela, Jamie promete vingar-se. Hyun-min aproveita a oportunidade de morar no dormitório.

Sinopse do 2º episódio da série So Not Worth It: Conforme os itens pessoais desaparecem pelo dormitório, os alunos se perguntam se um ladrão se esconde no meio deles. Jamie dá um par de tênis raro.

Duração dos episódios: aproximadamente 30 minutos;

País de Origem: Coreia do Sul;

Classificação etária: 12 anos;

Gênero: Sitcom, comédia.

Você também poderá se interessar por Interrompemos a Programação (filme de suspense), This is Pop (documentário sobre música), O Gângster Nômade (filme sobre questões sociais), Sex/Life (série hot), Segurança (thriller policial) e Ali no Queens (filme).

Compartilhe
Luiz Henrique Oliveira

Nascido em 1986, editor-chefe no Cenapop, colunista no Interprete.Me, redator no UOL e youtuber no Cinco Tons.

Ver comentarios

    • Lendo essa crítica parece até que a minha TV está com defeito, nao é possivel que assistimos a mesma série. Me tira daqui não foi uma perda de tempo, perda de tempo foi ler essa crítica. Vale muita a pena assistir.