Mestres do Universo Netflix: saudosistas não entenderam uma coisa (2021)

mestres do universo netflix remake animacao saudosista vale a pena

Mestres do Universo Netflix é uma aposta no saudosismo da geração que cresceu assistindo He-Man e She-Ra nos anos 80 e 90. A empresa de streaming tem feito apostas nesse sentido e conseguindo ótimos resultados: se tem uma coisa que nunca morre é a memória afetiva (assista aqui).

Antes de continuar, dê uma olhada aqui. COM CERTEZA algo vai chamar sua atenção 😍

No entanto, muita gente estranhou quando essa primeira temporada da animação Mestres do Universo estreou, na semana passada, no catálogo da empresa de streaming. Não era nada do que esses saudosistas estavam esperando, pelo contrário: a reimaginação do mundo retratado na animação foi radicalmente alterada, deixando muita gente irritada. No entanto, ao menos nesta avaliação, temos que dizer que as mudanças foram muito bem vindas.

O showrunner Kevin Smith fez questão de não mexer muito em peças que conhecemos bem: são os mesmos personagens, mesmos designs (até um pouco desatualizados para a nossa época, repleta de efeitos de computação gráfica e com uma Pixar nos calcanhares). As semelhanças acabam aí. De resto, a animação Netflix Mestres do Universo é uma outra coisa.

mestres do universo netflix remake animacao saudosista vale a pena

mestres do universo netflix remake animacao saudosista vale a pena

Semelhanças de Mestres do Universo com os anos 80 e 90

A base é a mesma: acompanhamos o Príncipe Adam, de Eternia, que tem uma espada que o transforma magicamente em He-Man, sua identidade secreta, que é o protetor de toda uma comunidade contra as maldades do temido Esqueleto, que pretende tomar o trono de Grayskull.

Pelo menos é isso que todos esperavam: depois do primeiro episódio, todos esses personagens icônicos são deixados de lado para dar espaço a uma outra trama, dessa vez protagonizada por mulheres.

Repentinamente, a série animada Mestres do Universo Netflix passa a focar no interesse amoroso de He-Man, Teela, no mago interdimensional Orko e no braço-direito de Esqueleto, Evil- Lyn.

mestres do universo netflix remake animacao saudosista vale a pena

mestres do universo netflix remake animacao saudosista vale a pena

Esse enfoque em personagens que saem do que as pessoas esperavam é o que causou o grito dos saudosistas. Mas a mudança, do ponto de vista do roteiro, é bem vinda porque apresenta outras nuances que eram desconhecidas antes, por conta do formato “quadrado” da série animada antiga.

Teela, a capitã da Guarda Real, assume o protagonismo da animação Mestres do Universo nessa primeira parte (a segunda ainda está para estrear). Ela é quem precisa proteger Eternia do roubo de sua força vital e dos recursos naturais do local, que correm perigo pela ação dos vilões.

Quem mais aparece no reboot Mestres do Universo

Outros personagens clássicos foram colocados em papéis divertidos. Por exemplo, o vilão ciborgue Tri-Klops, que era comandado de Esqueleto, agora lidera um culto que, na ausência de magia, começou a adorar máquinas.

Enquanto isso, vários aliados do Esqueleto como Evil-Lyn e Homem-Besta foram forçados a alianças desconfortáveis ​​com heróis como Teela e seu ex-pai substituto, Duncan.

mestres do universo netflix remake animacao saudosista vale a pena

mestres do universo netflix remake animacao saudosista vale a pena

No fim das contas, a animação Netflix Mestres do Universo é um bom reboot para uma série que, francamente, não tinha para onde ir após seu final nos anos 80. Joga um frescor em algo que estava empoeirado, vivendo apenas na memória afetiva das pessoas; no entanto, esses mesmos saudosistas precisam entender que os tempos mudaram, as forças de protagonismos são outras e a série capitaneada por Kevin Smith não perde esse bonde. Pelo contrário: consegue alcança-lo e entrega uma obra coesa, divertida e que está em sintonia com o momento.

Sinopse e Ficha Técnica da animação Mestres do Universo Netflix

Título Original: Masters of the Universe: Revelation;

Ofertas Relampago Shopee

Lançamento Netflix: 23 de Julho de 2021;

Direção e roteiro: Kevin Smith;

Sinopse: Depois que uma batalha catastrófica divide Eternia, Teela e uma aliança improvável precisam evitar o fim do Universo nesta sequência do clássico dos anos 80.

Duração dos episódios: aproximadamente 25 minutos;

País de Origem: Estados Unidos;

Classificação etária: 12 anos;

Gênero: Aventura, ação, fantasia.

Você também poderá se interessar por A Jornada de Vivo (animação), Okupas (serie argentina), Sexy Beasts Amor Desmascarado (reality show), Será que é Amor (série de comédia romântica), Palavras que Borbulham como Refrigerante (anime) e Bartkowiak (filme de ação e drama).

Mais Artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.