O Avanço da Fênix Netflix: Crítica da série chinesa

o avanco da fenix netflix the rise of phoenixes dorama chines capa

Livro

Review of:

Reviewed by:
Rating:
4
On 14 setembro, 2018
Last modified:14 setembro, 2018

Summary:

O lançamento de O Avanço da Fênix na Netflix é um caso atípico.

Como se sabe, a plataforma de streaming, por ser americana, não pode atuar na China. O mercado local é dominado por players locais. Dessa forma, a produção e disponibilização dessa série de 70 episódios atende a demanda de um público de fora do país, que continua bastante fechado mesmo com a modernização.

Sorte a nossa. O Avanço da Fênix, ao menos nos 15 primeiros episódios disponibilizados de uma vez na Netflix (o restante será liberado aos poucos, a cada sexta-feira), é uma história impressionante de poder e amor que envolve diversos personagens em uma China antiga e tradicional (assista aqui).

É o tipo de enredo que costuma vir de lá, como “O Tigre e o Dragão”, filme dirigido por Ang Lee em 2000. Esse é um excelente sinal, sem dúvida.

Segredos e mentiras

O Avanço da Fênix conta a história de Ning Yi, que é um príncipe que possui muitos segredos em seu passado. Ao mesmo tempo, fala sobre Feng Zhiwei, que precisa vestir-se de homem para prosperar em uma sociedade tradicional, onde as mulheres não são vistas fora de seus afazeres domésticos.

Evidentemente, muitas pessoas podem dizer que já viram o enredo em algum outro filme chinês, e é verdade. A tradição é muito forte no país, e eles se orgulham dela. Portanto, as produções cinematográficas, sempre que possível, abordam isso.

E aqui os diretores Shen Yan e Liu Haibo capricham nesse sentido. Vemos uma China da época dos reinos recriada com cenários e efeitos especiais muito bem feitos. Isso facilita a nossa entrada nesse mundo que, para nós ocidentais, é um enorme mistério.

Os figurinos também são um destaque: a confecção do vestuário dos personagens é absurdamente detalhista, recriando com perfeição o estilo daquela época. É como se fôssemos testemunhas da história de amor e fúria que está sendo contada.

O Avanço da Fênix: um passeio pela antiga China

Os 15 primeiros episódios de O Avanço da Fênix disponibilizados inicialmente mostram a origem dessa história. Portanto, muitos podem considerar o ritmo lento em demasia.

É preciso ter paciência para acompanhar o desenvolvimento do enredo, afinal, a série tem 70 partes no total. O que foi liberado até o momento é apenas o derradeiro início, mas que já traz diversas intrigas e manipulações dos personagens, que anseiam em se tornar a tal “Grande Fênix”.

Esse momento, portanto, é ótimo para poder acompanhar o trabalho de atuação dos principais nomes do elenco. Chen Kun, que interpreta o príncipe Ning Yi, é contido nas horas certas, mas quando precisa se entregar a alguma cena mais dramática, parece um tanto forçado.

Por outro lado, Ni Ni, atriz famosa na China e que faz aqui seu primeiro trabalho fora das telas de cinema, se dá muito bem. Seu papel é mais delicado – precisa se passar por homem para conseguir respeito em uma sociedade machista – e por isso muito mais profundo. A julgar pelos episódios até agora liberados, é um desenvolvimento que vale a pena acompanhar.

Como já foi dito, esse é apenas o começo de O Avanço da Fênix. Os próximos episódios a serem liberados, podem mudar toda a impressão que essa primeira leva deixou. Porém, até aqui, pode-se encarar essa obra como uma novela ao estilo chinês.

Com boa ambientação e ótimas cenas de ação, equilibradas com um bom drama, essa produção parece encontrar um bom caminho.

Informações da série Netflix O Avanço da Fênix

Sinopse 1: Um herdeiro oculto. Um soberano em ascensão. Das cinzas de um império, amor e vingança colidem em uma luta sem fim.

Sinopse 2: Com a descoberta de um segredo do passado, uma respeitável estudiosa da corte enfrenta a difícil escolha entre vingar sua família e se manter fiel ao príncipe que ama.

Posts que você pode ser interessar

HSW131-06 300x250

Sobre o Autor

Eventualmente temos correspondentes variados em nosso blog, que são os "convidados". Trata-se de artigos escritos por diferentes pessoas, todos feitos especialmente para o Interprete-Me (conteúdos originais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *