O Outro Lado do Vento Netflix: Resenha do último filme de Orson Welles

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles capa
Review of:

Reviewed by:
Rating:
5
On 2 novembro, 2018
Last modified:4 novembro, 2018

Summary:

O lançamento de O Outro Lado do Vento (assista aqui) pode ser caracterizado como um grande evento cinematográfico, desejado pelos cinéfilos por vários anos. Isso porque esta é a última obra dirigida pelo lendário Orson Welles, criador de “Cidadão Kane” – considerado por muitos especialistas o melhor filme do mundo.

Você certamente já assistiu ou ouviu falar desse clássico longa metragem de 1941, (cujo nome original é Citizen Kane). Ele é considerado um dos filmes mais importantes da história do cinema, e suas críticas positivas dariam um grande livro. Quem ajudou a dar luz a essa grande obra cinematográfica foi justamente Orson Welles, um dos mais célebres diretores de cinema de todos os tempos.

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 01Em 2016, os fã de Welles tiveram uma grande surpresa: a plataforma de streaming Netflix adquiriu os direitos do filme O Outro Lado do Vento, uma obra inacabada de Orson Welles que foi iniciada em 1970 e passou por turbulentos processos de produção.

Depois de seis anos de tentativas fracassadas do diretor e da equipe de tentar fazer esse projeto ir para as telas de cinema, O Outro Lado do Vento foi cancelado, deixando um gosto amargo na carreira de Welles e dez horas de filmagens não editadas.

Além do mais, toda a mitologia em volta deste longa só cresceu com o passar dos anos. E o resultado, que agora pode ser visto e apreciado por todos, é surpreendente.

Orson Welles desistiu de dirigir por não conseguir finalizar este longa durante sua produção que durou praticamente toda a década de 70. Os rolos ficaram abandonados em depósitos e sua conclusão se tornou uma lenda.

Após a morte do diretor, em 1985, poucos tinham a esperança de que O Outro Lado do Vento estreasse. A Netflix mudou essa história, e podemos conferir uma das obras mais geniais desse homem que sempre foi um visionário.

Expectativa dos fãs

Os aficionados por cinema certamente ficaram animados com a estreia de um novo filme de Welles, mais de trinta anos depois da morte do diretor.

Após anos de diversas tentativas de terminar o filme e até uma campanha de crowdfunding para arrecadar verba para tal objetivo, os fãs finalmente puderam ver no dia 29 de agosto de 2018 o tão aguardado trailer do filme que a Netflix finalizou e disponibilizou exclusivamente em sua plataforma, com 2h02min de duração.

A continuação do projeto contou com integrantes que haviam participado da primeira tentativa de dar vida ao filme, de 1970. Isso é um fato que deixou os fãs menos preocupados, já que com alguns dos nomes originais presentes, a obra manteria a ideia original e o estilo excêntrico do diretor Welles.

O filme já fez sua estreia no Festival de Cinema de Veneza (Venice Film Festival) no dia primeiro de setembro e contou com críticas muito positivas. Isso acalmou o coração de alguns que estavam receosos de o filme parecer incompleto, já que o título nunca foi finalizado por Welles.

Uma autobiografia de Orson Welles disfarçada

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 03O Outro Lado do Vento pode ser considerado o filme-testamento, e também uma autobiografia de Orson Welles disfarçada (isso sem falar na biografia de fato, que você encontra também na Netflix: Serei Amado Quando Morrer). Ele, que sempre quis fazer as coisas a seu modo e foi considerado por muito tempo o “enfant terrible” (criança terrível) de Hollywood por sempre tentar fugir de suas regras convencionais, cria aqui uma história que muito tem a ver com a sua própria vida.

No longa, acompanhamos a trajetória de um excêntrico diretor chamado Jake Hannaford, o “Ernest Hemingway do cinema”, que por muitos anos filmou na Europa para fugir do esquema hollywoodiano de produzir filmes. Sabendo estar no final de sua vida, ele resolve voltar para os Estados Unidos, para realizar aquela que é sua obra mais ambiciosa, atrair os holofotes e a atenção da tão estimada Hollywood, e ao mesmo tempo também passa a limpo sua vida de excessos e as relações com pessoas que passaram, de uma forma ou de outra, por sua vida.

Esse enredo, como se nota, tem muito a ver com o próprio Orson Welles, que também sentia, à época da produção, que seria sua última oportunidade de fazer um filme ao seu modo, depois de anos “apanhando” do sistema de estúdios americanos que não queriam mais financiar suas aventuras cinematográficas.

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 02Para o papel principal, Welles chamou um outro ator-diretor que, como ele, tinha um temperamento aventureiro e vida excêntrica, que sempre que podia se rebelava contra o sistema: John Huston, o homem responsável por longas como “Moby Dick”, “O Tesouro de Sierra Madre”, “O Falcão Maltês” e “A Honra do Poderoso Prizzi”, considerados grandes clássicos americanos.

Aqui ele dá vida a Hannaford quase interpretando a si mesmo, com suas idiossincrasias e maneirismos típicos de quem tem uma visão de mundo muito forte, e que não abre mão de suas convicções. É um papel difícil em uma história que parece complicada, que inclui um “filme dentro do filme”, e que precisa de muita atenção para ser absorvida completamente.

O elenco também conta com grandes nomes do cinema, como Bob Random, Peter Bogdanovich e Susan Strasberg.

A produção, que se iniciou em 1970, foi repleta de caos e problemas técnicos. A Netflix prometeu finalizar e organizar as filmagens do longa, que mescla cenas em preto e branco e coloridas, em uma espécie de documentário.

O dia 2 de novembro irá marcar a vida de todos os cinéfilos que nutrem admiração pela obra do diretor Welles – teremos a oportunidade de ver renascer um dos maiores talentos da direção de cinema.

Após uma longa espera de 40 anos, reserve um espaço na sua agenda nesse dia e aproveite o feriado para conferir, finalmente, o filme O Outro Lado do Vento.

Embarcando na loucura de O Outro Lado do Vento

Welles mistura realidade com ficção, dando um ar de documentário ao longa, como dito mais acima. Esse estilo é totalmente proposital, já que a intenção é que nós, espectadores, tenhamos a sensação de que estamos vendo uma pessoa real, e não um ator desempenhando um papel. Dessa forma, embarcamos na loucura da mente de Hannaford na tentativa de criar sua obra máxima e, assim, perpetuar sua visão da sociedade antes de morrer.

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 04É dessa forma que Orson Welles se despede de sua obra autoral, e é uma pena que ele não tenha vivido para ver o resultado de todo o esforço que empregou para concluí-lo.

Passaram-se mais de quatro décadas até que este trabalho ganhasse a luz do dia, e a espera valeu a pena. É um filme difícil, mas que mostra a genialidade de um homem que, com justiça, é considerado um dos maiores nomes do cinema em todos os tempos.

Para você que quer saber ainda mais sobre Orson Welles e sua obra, recomendamos fortemente o documentário Serei Amado Quando Morrer que trata justamente da produção na época não finalizada de O Outro Lado do Vento.

Trailer e informações do filme Netflix O Outro Lado do Vento, de Orson Welles

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 05

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 06

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 07

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 08

o outro lado do vento netflix the other side of the wind orson welles 09

Sinopse 1: Em clima de vale tudo, um icônico – e decadente – diretor planeja voltar por cima a Hollywood com um filme ousado.

Sinopse 2: No último dia de vida, um lendário cineasta luta para finalizar um novo projeto e reflete sobre seu legado neste multifacetado filme de Orson Welles.

Idioma: inglês, com legendas em português;

Ano de lançamento: 2018;

Gênero: Pseudo-documentário, Drama;

Posts que você pode ser interessar

Sobre o Autor

Eventualmente temos correspondentes variados em nosso blog, que são os "convidados". Trata-se de artigos escritos por diferentes pessoas, todos feitos especialmente para o Interprete-Me (conteúdos originais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *