O Preço do Amanhã (In Time) – Tempo é poder

intimeDizem que tempo é dinheiro. No filme O Preço do Amanhã (In Time) isso é expressado na essência da palavra. Uma forma magistral de fazer do tempo o foco de tudo com uma dependência genética.

Antes de continuar, dê uma olhada aqui. COM CERTEZA algo vai chamar sua atenção 😍

A evolução possibilitou que todo mundo fosse imortal, e não envelhecesse nada depois dos 25 anos. Porém, para evitar problemas maiores, precisavam de uma maneira de limitar a vida de alguns fazendo com que o tempo fosse a nova moeda, e só passaria tranquilo os anos de aparência e saúde imortal se tivesse conquistado mais tempo trabalhando, roubando, ou de alguma outra forma.

No filme O Preço do Amanhã todo mundo possui em seu antebraço um relógio regressivo que nunca para e marca exatamente o tempo que lhe resta de vida. Cada pessoa possui a capacidade de transferir parte de seu tempo só encostando no braço de outra pessoa (como um pagamento), tornando assim o roubo e a inveja bastante comuns, pois além da facilidade em roubar, é difícil de esconder dos outros um saldo farto de tempo que possua.

Os ricos, ganhando uma frágil imortalidade, vivem rodeados e abraçados pelo medo extremo de perder não só a vida, mas todo o tempo (dinheiro) acumulado. Assim, deixam de fazer muitas coisas básicas que possuam o mínimo de risco de acidente, como nadar na praia, por exemplo.

Para evitar roubos foram criadas áreas baseadas na quantidade de tempo, regiões onde só tinha ricos e regiões onde só tinha pobres. Nas regiões ricas ter pressa é sinônimo de pobreza, pois todos ali tinham tempo de sobra e só tinha costume de correr quem tivesse pouco tempo (os mais pobres).

Trailer

Recomendamos muito esse filme porque mostra que qualquer descoberta grandiosa sempre terá a criação de regras para que apenas poucos possam usufruir.

Mais Artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.