Crítica: Oh Ramona é o Pior Filme Netflix de 2019?

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol

Oh Ramona é um filme romeno sobre o típico adolescente virgem e introvertido que está apaixonado pela menina gata da classe, e que não dá a mínima para ele. Somente por aqui já é possível compreender qual vai ser a pegada do filme (assista aqui).

Anuncio:

Celular Realme 6 pro 8gb ram 128gb de R$ 2.349,00 por R$ 1.557,19 só na Black Friday do AliExpress com opção de entrega do Armazem do Brasil.

Como é de se esperar, o público alvo do longa romeno são os adolescentes, pois fala muito sobre as descobertas do sexo, de amores não correspondidos, e é recheado de piadas que dificilmente alguém na idade adulta acharia graça. Inclusive insinuações que, na idade dos personagens, parece quase pornografia subliminar.

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol
Nada de mais aqui… Apenas um champanhe estourando…
oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol
Um inocente limão siciliano… com piercing.

Talvez a Netflix tenha feito isso de propósito (para chamar a atenção, talvez?), mas o fato é que Oh Ramona está sendo rotulado pela maioria como o pior original de 2019 (mesmo que ainda estejamos em junho). A verdade é que, diferente de filmes adolescentes como O Date Perfeito, que são divertidos para todas as idades, Oh Ramona vai agradar somente uma parcela do público.

Oh Ramona é para os adolescentes

Baseado em um livro (Suck It, Ramona), o filme Netflix Oh Ramona não bebe muito de sua fonte. Apesar disso, mantém a premissa principal, em que trata da comédia de amadurecimento colocando Andrei (Bogdan Iancu) no protagonismo.

Pode ser que muitas pessoas se familiarizem com a situação do rapaz: apaixonado por uma linda e sexy garota da classe, ele quer mais do que apenas sexo. Esse desejo afasta Ramona (Aggy K. Adams), que “se vinga” ficando com o melhor amigo dele.

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol 1

Anuncio:

HD SSD extremamente barata, confira!

Quando colocamos na cabeça que os personagens do filme Oh Ramona são adolescentes, ainda aprendendo as coisas da vida, essas decisões descabeçadas ficam até que compreensíveis. Porém se você tem mais do que a idade dos personagens é muito provável que se irrite com eles, ficando com vontade de pular dentro da tela e dizer-lhes umas verdades (como, por exemplo: “fazer sexo não te transforma num adulto!“).

Não que sejamos donos da razão, mas muita coisa lá incomoda.

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol 2

Adolescência insana

Talvez este seja o detalhe que fez tantas pessoas detestarem o original romeno Oh Ramona: ao ter já certa vivência, muitos detalhes tornam-se não apenas irritantes, mas algumas vezes até repulsivos.

Uma dessas coisas, muito presente em Oh Ramona Netflix é a objetificação das mulheres. Elas são colocadas como prêmios a serem conquistados, e não um ser humano com vontade própria. Quase um brinquedo sexual. É claro que essa afirmação pode parecer exagero para alguns (principalmente para os homens, que já se acostumaram a vê-las como uma fruta suculenta na vitrine), mas é muito provável que uma mulher adulta sinta desconforto assistindo a algumas cenas.

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol 4

Anuncio:

TV 4K com Alexa integrada de fabrica homologada pela Amazon.

Se é divertido? Talvez uma cena aqui ou ali te faça dar uma risadinha. Ou talvez não. Oh Ramona parece ter feito uma coletânea de tudo o que há de mais insano na adolescência (com foco nos desejos sexuais), e jogado tudo isso ao longo da narrativa.

Aliás, a narrativa por si só não se sustentaria se não fosse a inevitável curiosidade pelo final, para saber no que toda essa paçoca vai dar.

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol 3

Oh Ramona e sua história previsível

Histórias previsíveis é o que mais tem no mercado cinematográfico, e isso não é um problema. Ao assistir uma comédia romântica, por exemplo, sabemos com quem a garota vai ficar no fim, mas isso não tira o mérito do filme. Pelo contrário: muitas vezes é exatamente isso o que buscamos (como o Megarrromântico ou o recente Meu Eterno Talvez, por exemplo).

O problema de Oh Ramona é que, em meio aos clichês e previsibilidades, não há uma aderência real que te faça chegar ao fim do filme sentindo que valeu a pena. Vamos sendo levados pelas ações e dramas adolescentes de tal forma que, quando as letras dos créditos começam a aparecer, tudo o que fica é um amargo arrependimento.

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol 5

Anuncio:

Como Desenhar Melhor.

Este então é o tipo de filme que fica por conta e risco de quem decide assistir, com um final inesperado (do ponto de vista negativo, ao meu ver). Se o filme Oh Ramona é o pior original Netflix de 2019 ainda não sabemos, pois ainda tem meio ano de lançamentos pela frente. Mas até agora este certamente está na lista de “Cuidado para não perder seu tempo”.

Conte nos comentários o que você achou… Discorda dessa opinião? Sei que posso ter enfatizado demais as coisas negativas, mas é apenas um lado. Sinta-se livre para comentar e defender o filme Netflix Oh Ramona.

Elenco do filme Oh Ramona Netflix

Veja abaixo as atrizes e atores que compuseram o principal elenco do filme Oh Ramona Netflix:

  • Holly Horne como Anemona;
  • Aggy K. Adams como Ramona;
  • Adina Stetcu como Raluca;
  • Bogdan Iancu como Andrei;
  • Basil Eidenbenz como Alin;
  • Mihaela Mihut como a psicóloga;

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol 6

oh ramona netflix filme romeno adolescente comedia besteirol 7

Sinopse e Ficha Técnica do filme romeno Oh Ramona Netflix

Lançamento Netflix: 1º de junho de 2019;

Anuncio:

Desenvolva sua Técnica Guitarra.

Direção e roteiro: Cristina Jacob, Andrei Ciobanu e Alex Cotet;

Sinopse Netflix: Desajeitado, Andrei é um adolescente de 16 anos apaixonado (e ignorado) por sua bela colega de escola Ramona – até sair de férias e conhecer a deslumbrante Anemona.

Duração: 1h 49min;

País de Origem: Romenia;

Classificação etária: 16 anos;

Ano de lançamento: 2019;

Anuncio:

Molde de Roupa Pet Grátis.

Gênero: Comédia, Besteirol, drama adolescente.

Você também poderá se interessar por The Chef Show, Está Tudo Certo, Olhos Que Condenam, Boa Noite Outra Vez e Bandidos na TV.

Trailer do filme Netflix Oh Ramona

https://www.youtube.com/watch?v=o7RWcRzNIP0

Mais Artigos

Sobre o Autor

Este é um artigo enviado por um convidado do site. Caso você também queira enviar um artigo para nós, contate-nos através do email: bloginterpreteme@gmail.com

72 thoughts on “Crítica: Oh Ramona é o Pior Filme Netflix de 2019?

      1. Cara, nao concordo nem um pouco co. O texto, o filme é sim aquele tipico filme de colegial, mas ele quebra varios paradigmas ate mesmo com o nerd se tornando o disputado e ele acabando ficando sozinho no final. Entao naao, nao é previsivel… é um cliche meio fora do cliche, atende perfeitamente a proposta e se vc querver filminho coedinha romantica nutella pra familia toda assistir problema e seu cada um com sua opinião, e o filme cara nao mostra nem um peitinho, vc falou como se fosse um porno tipo american pie, passa longe disso. Achei um dos melhores filmes da netlfix ri de todas as piadas, pra quem curte a proposta ta recomendadisssimo, nao ouça essa balela que o cara escreveu não! Hahaha

    1. assistimos na faculdade e todos fomos unânimes em relação ao filme: fantástico. comédia que remete ao tempo de nossa adolescência.

    2. Nossa… Que bom que você entendeu o fator “nicho” do filme, e que bom que você lembra todos os pontos negativos de ser adolescente. Eu tenho 17 anos e uma coisa para dizer: “Obrigado, Netflix, porque eu ri de cada piada”.

  1. Nossa que exagero, achei o filme divertido, um bom passatempo. O maior defeito que vi no filme é que o personagem principal se transformou rápido demais, fazendo coisas que as pessoais inseguras jamais conseguiriam fazer.

    1. O fato de ter acontecido o que aconteceu no final do filme (não quero dar spoiler) acho que justifica a transformação rápida do personagem. Estou ficando maluco será?

    1. Vale a pena assistir o filme. Quem é adulto pode se irritar um pouco, até porque é voltado para um público adolescente. Talvez ajude essa faixa etária de idade a se educar sexualmente já que é um tema bastante explorado.

  2. Se você é da geração que tem a mente lobotomizada pelo politicamente correto simplesmente não assista. Assista um filme/seriado que torne as mulheres seres divinos, que elas tenham super-poderes e todos os homens são submissos, onde a menina mais feia da escola consegue o cara mais gato porque ela é simplesmente “inteligente” e tem “conteúdo”. Ai, que saco.

    Eu tenho que dizer, a tempos não dou risada com algo por causa dessa me**da de politicamente que nivela tudo por baixo. Esse filme é leve, engraçado e criativo. Adolescentes são seres idiotas, que só pensam em futilidades. O filme simplesmente retrata uma realidade.
    Infelizmente só pecou com o final, podia ter sido épico. Entretanto foi uma experiência interessante, no melhor estilo “American Pie”. Recomendo.

    1. Concordo, só discordo num ponto,o final foi bom sim. ele decide acertar a cara do fura olho do que ficar com as gostosas, afinal mulher nunca vai faltar, mas acertar um falso amigo na cara antes de ele te foder não tem preço kkkkkk

    2. Verdade, eu sou adolescente, e, realmente esse filme mostra a realidade, talvez um pouco aumentada ( não sei como as coisas são na Romênia) mas ainda sim é o que acontece kkkk, infelizmente. Achei o filme engraçado, e meu Deus nem todo filme tem que ser politicamente correto porque a vida não é assim, que coisa mais chata! Saibam olhar um filme sem ficar procurando os defeitos! Ele é idiota mesmo, fala sobre temas difíceis na minha idade e fodase, adolescentes fazem merda.

  3. Impossível ter um filme pior em 2019: extremamente machista, realmente objetifica as mulheres, faz parecer que homem é obrigado a transar, que mulher é troféu… estamos voltando no tempo? Além de gordofóbico e homofóbico. Clichê raso. Uma porcaria!

    1. A netflix esta em uma nova mudança de espaço dos filmes tipo duplatipo escolha se o dorme ou nao , se “bebe ou nao” etc
      OH RAMONA eu típico filme boa mais por mim a unica coisa que eu nao gostei que nao tinha dupla escolha so isso mais nada!!

  4. Credo que chatice de critica, a adolescência é isso mesmo, as meninas amadurecem mais cedo, os meninos tem que se afirmar e mulher não gosta de fracotes desde a idade das cavernas até sempre, são realidades biologicas que geram muitas situações engraçadas mesmo. E …. aloooouuu o filme é uma comédia ok ???? Deixem de bobagem politica !!!!!

  5. Sinceramente? Qualquer pessoa que tenha transado pelo menos uma vez na vida vai achar esse filme tosco pra cacete. Quem gosta desse tipo de comédia é adolescente virgem, não sabe nem tratar mulher com respeito, acha que vai conseguir foder uma?

    1. O filme tava muito bom…mas odiei fortemente não saber de fato o final do filme, o final é tão vago e sem sentido que acaba estragando um filme que deveria ter sido muito bom.

  6. Horrivel mesmo! Além de nada engraçado e sem sentido, o filme é preconceituoso. Machista, gordofóbico e homofobico. Há tempos não via um filme tão ruim. Realmente o que rola é arrependimento.

  7. Quê bando de gente chata e mimizenta, é um filme de comédia adolescente, com temática sexual, ao que se propõe acho que faz bem feito.
    Se é clichê ou não pouco importa, já vi filmes nesse estilo que são uma bosta, não é um filme feito “para concorrer ao Oscar”, é simplesmente uma comédia adolescente, quê pode agradar sim pessoas mais velhas, desde que tenham a mente “aberta”, e não fiquem achando que tudo é “preconceito”.

  8. Eu achei divertido, retrata bem essa fase da vida, as meninas adiante e os meninos obcecados pelo sexo. Tenho um em casa de 15. Está deslumbrado com o prazer. Me ajudou a entender que em qualquer lugar do mundo os adolescente são assim mesmo, uma tsunami de anseios e dicotomias. Gostei. E qto ao papel, com objeto de prazer, é assim que eles pensam qdo descobrem o membro e o poder que sentem quando efetivamente se relacionam sexualmente.

  9. O filme é muito bom sim. Não é atoa que os europeus acham que vivemos em florestas dentro de jaulas que chamamos de casa. O critico não enteu o final do filme e olha que é um filme para quase crianças. O herói se torna um adulto, mas não por fazer sexo, por que descobre que quem fode com nossas vidas são pessoas más, independente do sexo, ele volta no passado, e ao invés de ficar com a prostituta loira e se livrar da maluca morena, toma a sabia decisão, de evitar tudo o seu dilema. voltando e dando um soco no falso amigo ( vejam só é um homem !)chorem feministas! assim ele se livra de todos os problemas. se livrando do falso amigo e das vadias que fuderam sua vida; isso sim é que é maturidade, escolher ficar só, selecionar boas pessoas que por acaso possam surgir em seu futuro ou até se dedicar as boas amizades do presente.

  10. No geral eu gostei do filme como entretenimento. Um pouco irregular, e achei o final bem fraco, mas no geral como besteirol achei divertido.

    1. Esse filme foi feito para aqueles que ja passaram da adolescencia pois os adolescentes de hoje nunca vão entender o verdadeiro sentido do garoto apaixonado por uma linda gatinha na escola…..Ha eo fim ele bate no amigo porque ele escolheu a Ramona como sua namorada ……ciumes entend

  11. Filme maravilhoso finalmente um sem o politicamente correto, pessoas que ficam de mimimi são as que não sabem o que é zueira.

    Tomara que tenha continuação

  12. Enquanto vocês estão falando do filme, eu só queria saber o nome da musica que toca quando ele vai impressionar a Ramona af kkk

  13. Acho que o filme seria genial se fosse mais auto-consciente, se no final fosse mostrado de forma explícita que o Andrei estava delirando algum tipo de fantasia destrutiva típica de adolescentes frustados com relacionamentos. O filme meio que dá indícios disso lá pro meio quando ele altera fatos só pra ficar mais “dramático” como a cena da chuva no hotel, as menções ao tamanho do pênis dele, a forma meio súbita como ele vira um “pussy destroyer”, a cena da meia no piu-piu que parece que foi tirada do show do Red Hot. Fazendo uma teoria meio maluca aqui: O filme é obviamente ele contando o seu lado da história, isso explicaria o male gaze, a objetificação, o fato dele ser apresentado por um bom tempo como o coitado da história, as piadas de gorda, o fato dele zombar da sua falta de segurança associando com homossexualidade, o fato dele detestar violentamente associações dele com homossexualidade.

    Se o filme no final de contas fosse o retrato de uma mente problemática e insegura de um jovem de 16 anos Romeno que cresceu numa sociedade com valores de masculinidade tóxica, ponte que partiu, seria um puta filme irônico e genial, porque ou seria um filme que você ia curtir o começo e quando chegasse no final você ia odiar porque você supostamente acharia que era “lacração e forçação” de barra ou seria daqueles que te irritam mas depois te surpreendem por exporem como tudo aquilo é ridículo e ultrapassado. Era isso que eu esperava de um filme no catálogo da Netflix, até porque hoje em dia tem essa tendência de pegar valores problemáticos das décadas passadas e subverter-los mostrando o quão datados ele são. Mas muito provavelmente é só um filme de comédia romeno que se baseia nos besteirois americanos já datados, curioso como lá fora é consenso na crítica de que o filme é problemático e aqui no Brasil parece que metade concorda com isso e a outra metade acha que é só mimimi do politicamente correto, nada de novo no front.

    Pessoalmente eu me diverti com o filme, provavelmente porque estou na faixa etária e me identifiquei com o Andrei no começo e tentei ver de forma despretensiosa como se fosse mais um “besteirol”, tem uma mensagem até que bonitinha lá pro meio-pro-final da mãe do Andrei falando sobre Panquecas e Sorvetes, onde o Andrei prefere ficar com o sorvete (Eu ri nessa parte), embora eu tenha a leve impressão de que talvez tenha algo errado nessa parte e que eu ainda não saquei. Mas lendo um monte de reviews eu lembrei das partes “não tão legais” do filme e não acho que ele é totalmente descartável, é um bom filme pra você assistir com seus filhos e posteriormente expor o que é “errado” neles. O que é praticamente quase tudo, até porque, segundo esse site aqui*, o filme scorou ZERO em: mensagens positivas, modelos positivos, e scorou ALTO em: Sexo(obviamente), linguagem e uso de drogas.

    P.S*: Link do site: https://www.commonsensemedia.org/movie-reviews/oh-ramona

    P.S²: Não, o filme não se justifica por ser de adolescente e teoricamente “adolescente é um inútil que só faz merda e só pensa em futilidades”, se você for assistir “Clube do Cinco” (1985) desde essa época já se é mostrado que o filme só mostra o adolescente como fútil nas seguintes situações:

    -Se o roteirista for muito incompetente e/ou preguiçoso.
    -Se ele tem uma visão deturpada do jovem.
    -Se o objetivo é fazer um esteriótipo do jovem sem muito compromisso com a realidade e até com um tom crítico, muito comum em comédias.

      1. Pois, é. Tava ficando legal, até quando ele objetificou o roteirista 🙁

        Muito triste. Tenho certeza que esse mano não conhece quem fez esse filme, nem como nem porquê ele fez o que fez.

        Tomem cuidado com as palavras, crianças. Militar pode ser perigoso quando o militante se depara com alguém que consegue ver “a better picture”.

  14. Certeza que quem escreveu essa crítica foi uma “menina”. Principalmente depois que citou O Date Perfeito. Ninguém merece. São filmes diferentes, com propostas diferentes. Ao ler os comentários fiquei feliz de ver que ainda existe uma galera da minha época que tem a mente aberta.

    O filme é bom sim, o final é pouco conclusivo, mas aceitável. Quem curte comédia adolescente escrachada a la American Pie, com certeza vai gostar, ou no mínimo se divertir. E sim, adolescente é idiota, só pensa em sexo e sempre faz merda. É fato.

    É infeliz uma pessoa não ter mente aberta pra entender que essa é a comédia, o trailer do filme deixa bem claro o conceito a ser abordado.

    Chato é esse pessoal da atualidade que agora paga de crítico na internet levando a opinião pessoal como critério pra definir o bom e o ruim sem ser sincero.

  15. Gente, o povo falando que o filme é homofóbico, entrando na onda dos outros, aonde? Eu não vi nenhuma piada relacionada a isso.
    E quanto a ser o pior filme da Netflix, não acho. Achei engraçadas algumas partes
    Assim como num dos comentários acima, também concordo que retrata uma realidade, pois adolescente é idiota mesmo e em determinado momento de sua vida, só pensa em sexo e namoro. Não acho que o filme fugiu da realidade não.
    Concordo que teve algumas piadas e cenas desnecessárias, mas não é essa coisa ruim que as pessoas estão falando.
    Até o momento do final, do desenrolar o triângulo amoroso, estava muito bom o filme.

  16. A unica coisa que li aqui e que não gostei foram os comentários, detestei o filme e ver q não fui o único deu um jeito na minha frustração.

    1. Renato Mano, concordo 100%. Há algum tempo a mídia tenta nos convencer de que a a ” homoafetividade ” é linda e que a heterossexualidade masculina é grotesca e desrespeitosa. Graças a Deus mulheres ainda são objeto do desejo de muitos homens. Ainda há esperança para a humanidade.

  17. Achei O Filme Genial Na parte em que a Netflix retrata os sentir das partes tipo o mel ou o limão com piercing , claro que o final n é la dos melhores mais pra adolescentes é um bom filme e fod* s* as piadas hoje em dia o mundo é a zoeira e quem n vê graça em nenhuma das cenas ou é porque n é adolescente ou porque n sabe o lado zoeiro da vida, eu levei esse filme completamente na zoeira e me diverti, tentem ver o filme sem achar o certo ou errado, só tentem se divertir, afinal é um filme de comédia dã.

  18. Tenho 48 anos e adorei o filme, que mostra, de maneira divertida, as primeiras paixões e descobertas sexuais de um adolescente tímido. Lembrou-me muito a minha própria adolescência. Claro que mulheres são mostradas como objetos do desejo sexual do protagonista. Não há nada de errado nisso. É o padrão normal da espécie humana. Sem isso não estaríamos todos aqui hoje. Há algum tempo venho notando que a mídia tenta demonizar a heterossexualidade masculina, o que é bastante doentio. Nota 10 para o filme e viva os homens heterossexuais !.

    1. Quando tinha 9 anos assistia pork’s na sessão da tarde 😎
      Oh época boa demais!!!!!!
      Talvez por isso nossa geração jamais será mimizenta como a de hoje

    2. Claro que é errado mano, pelo amor de deus. Estamos no século XXI, temos que parar com essa idiotice machista de tratar pessoas como objetos sexuais. Isso só fortalece a misóginia. Tenho 15 anos, e até ri uma hora ou outra; mas o filme em si me deixou incomodado, piadas Homofobicas, gordofobicas é machistas. Entendo que a narração é baseada na visão do personagem, e provavelmente é assim que um jovem romeno deve pensar sobre o mundo, mas poderia ter um controle no filme né? O narrador reprendendo o protagonista, algum personagem (gay, mulher, gordo etc…) que seria “empoderado”, sei lá, só sei que foi ruim.

      Nota: 2.0

  19. Tomara que essa geração assista mais filmes como esses ,a adolescência é assim mesmo!
    Tenho 36 anos e na minha infância assisti todos os filmes pork’s e essa geração deveria assitir filmes desses tipos tbm !

  20. Eu tinha discordado da crítica, mas aí vim ler os comentários e vi como é tóxico se criar filmes assim hoje em dia. Não vou mentir, assisti o filme, e mesmo tendo 23 anos dei algumas boas risadas (vai ver é porque sou homem…). Mas algumas coisas no filme me deixaram extremamente desconfortável, como os comentários homofóbicos, gordofóbicos, e é claro, machistas. Uma outra coisa me deixou incomodado também: o narrador tratar o filme como se fosse para crianças, o que na minha opinião, é um tanto problemático. O filme não é pra criança, e embora eu tenha achado as analogias com sexos divertidas, elas não nem um pouco eufêmicas, e, portanto, são impróprias. A princípio, achei que tratar ele como o PIOR filme da netflix de 2019 é meio injusto, afinal, ele me divertiu. Mas depois de ler a crítica “cai na real” que enquanto eu me divertia, alguns grupos de pessoas eram ofendidos no restante do filme. Fico muito chateado em ver os comentários que exaltam todos esses pontos problemáticos do filme. :c

    E só pra desencargo de consciência (porque eu não sei se as pessoas que deveriam ler vão ler): embora eu acredite que essa história de “heterossexualidade” é só balela pra sustentar relações monogâmicas heteronormativas, a mídia não tenta demonizar ela e endeusar a homossexualidade não. Se você acha isso, sugiro que se proponha a reflexões mais profundas. O que vem acontecendo hoje é a mídia tentar normalizar as pessoas que se sentem atraídas por pessoas do mesmo sexo. E isso é bom, não é? Afinal, qual a diferença destas pessoas das demais? Note que obras como este filme tendem a rebaixar estas pessoas, afinal, no filme fica claro que ser chamado de “gay” é um insulto.

    1. Verdade, eu sou adolescente, e, realmente esse filme mostra a realidade, talvez um pouco aumentada ( não sei como as coisas são na Romênia) mas ainda sim é o que acontece kkkk, infelizmente. Achei o filme engraçado, e meu Deus nem todo filme tem que ser politicamente correto porque a vida não é assim, que coisa mais chata! Saibam olhar um filme sem ficar procurando os defeitos! Ele é idiota mesmo, fala sobre temas difíceis na minha idade e fodase, adolescentes fazem merda.

    2. Ser chamado de gay é como ser chamado de gordo cara. Se tu for ver mesmo, uma pessoa magra não ia gostar de ser chamada de gorda como um hetero não ia gostar de ser chamado de gay, porque está sendo chamado de algo que não se identifica. Não gostar de ser chamado de algo que tu não se idenfica, não significa que tu seja gordofóbico ou homofóbico. E sobre o filme, infelizmente é a realidade. As pessoas te chamam assim pra te ofender, e o negócio é não se sentir ofendido pq se tu sabe que não é, (e ser também não é um problema) vida que segue.

    3. Eu consigo entender a frustração de ver tantos comentários que em teoria estariam colocando a “homossexualidade, gordofobia e machismo” como atrocidades de uma sociedade horrorosa, contudo, se fomos comparar isso ao filme It: A Coisa 1 e 2, essas pessoas ficariam horrorizadas com o que foi feito as pessoas de mesmo sexo se beijando, ou o gordinho sendo violentado, etc. Entendo que também para muitos adolescente a vida é apenas namorar e ocasionalmente desfrutar de todas as suas fantasias sexuais, o que por acaso é totalmente normal pois ainda estão conhecendo a si próprios, com base em todas as suas mudanças hormonais e apesar de eventualmente de maneira não proposital colocar-mos as mulheres rebaixadas socialmente, com o amadurecimento ou não que a vida proporcionará, esses mudariam suas opiniões e como os adultos de 40 anos riram de todas as situações que aconteceram no filme e aconcelhariam os mais jovens.

  21. Cara o filme e dahora, tipo ver a ramona mostrando que mulher sabe fude com a vida de um homem quando quer isso e machismo? Pelo amor! So vi verdades no filme, 1 virgem rejeitado q ama a mais bonita da sala, uma menina bonita mimada q sabe o q qer, uma outra menina de faculdade que quer fugir da realidade de sua vida, 1 amigo scroto, 1 amigo ponta firme, 1 mae q todo cara qria ter, o filme e top.

  22. Em meio aos termos indicados no filme, e a recomendação de idade e gênero, Sim, é um filme BOM!Mas, muitas das críticas foi pelo motivo de falta de criatividade no final, que se mostrou bem confusão em questão dele não ter ficado com nenhuma de suas pretendentes!Oque deixou a esperar!Um filme estilo “American Pie” E bem elaborado na minha humilde opinião! RECOMENDO

  23. Não concordo com a crítica. O filme tem uma forma original de lidar
    com a velha questão dos adolescentes descobrindo o sexo e lidando
    com as afetividades. Só por ser romeno, já nos traz cenas, paisagens
    maravilhosas do país do leste europeu.
    O filme é bastante divertido. Por isso, há muito tempo não pauto
    os filmes pela crítica.

  24. Quando vi o trailer achei que era parecido com sex education, que é uma série super engraçada. Mas quando comecei, não deu 15 minutos e eu achei ele chato. Parece um filme voltado mais pro público pré-adolescente do que pro público adolescente em si. Se eu tivesse 13/14 anos iria rir horrores com ele, mas vendo agora com 17 achei ele um saco. Tentaram fazer umas piadinhas tipo o menino enfiando o dedo no mel, ele deitado com um edredom escrito ”parental advisory” mas na verdade não teve graça nenhuma 🤷‍♀ continuei só pra ver o que ia dar no final, tinha achado legal ele morar com a Anemona e tal. Mas depois disso foi só ladeira abaixo, o filme conseguiu acabar de um jeito pior do que eu esperava

  25. eu tenho 35 anos e assisti com meu marido de 38 e minha filha de 20( esta terminando a faculdade de direito penal) e rimos pra caralho ! me lembrou bastante do meu tempo de escola . Quem escreveu a critica deve ser uma pessoa muito amarga, so acho rsrs

  26. Cara eu tenho 23 anos, assisti o filme e gostei, achei a enredo divertido, as atuações boas para o nível dos atores escolhidos (não muito conhecidos), tem vários momentos e cenas engraçadas na minha opinião e gostei bastante da direção do filme, pra mim foi um dos melhores filmes q ja vi na netflix, pra esse gênero/estilo de filme é claro agora em relação a esse assunto de gordofobia ou objetificação de mulheres não sei, tem que lembrar que é só um filme e é baseado em adolescentes, vc não vai achar q um adolescente vai ser a pessoa mais politicamente correta do mundo né? o filme ta retratando como os adolescentes pensam e na maioria das vezes é assim mesmo

    1. Caro João. Esses filmes existem para, sim, mostrar como é a realidade. Mas é exatamente a discussão dessa realidade injusta (como o post em questão bem apresentou) que vai criar cidadãos mais conscientes.

      Você defende o filme porque provavelmente é um homem branco hétero magro, e que nunca sofreu com perseguição e preconceito por ser quem é.

      Tudo bem gostar do filme. Mas defender dizendo que “é assim mesmo” é o mesmo que dizer que “está tudo bem” se a sociedade continuar a ser cruel com outras pessoas.

      Se você sofresse ao menos uma dessas coisas, não falaria isso. O problema é que apenas quem apanha sente essa dor.

      E, como você bem disse, você tem APENAS 23 anos, então tem muita coisa para viver e ver ainda sobre a maldade intrínseca do ser humano uns para com os outros. Quem sabe com a maturidade não venha a consciência, não é? Torço para que seja assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.