Longas e Curta-metragens

Crítica: Rock My Heart Netflix (2019) é perigoso para mente jovem?

Rock My Heart Netflix é um filme de uma jovem e um cavalo teimoso, tal qual já vimos por aí em tantos outros filmes com jovens e seus cavalos teimosos. Apesar disso, vale a pena para quem gosta e se emociona com o gênero.

Jana (Lena Klenke), uma garota com um problema cardíaco, se vê envolvida com um belo animal. Com um jeito selvagem, ele só permite que ela se aproxime, mais ninguém. É claro que, perante isso, alguém vai se interessar e convencê-la a participar de uma corrida. Jana, que apesar da doença tem um espírito livre e aventureiro, faz disso seu grande objetivo, mesmo que a empreitada coloque sua vida em risco e a faça agir como uma suicida (assista aqui).

Irresponsabilidades em Rock My Heart

Com uma enorme dívida atormentando sua paz, Paul Brenner (Dieter Hallervorden) vê em Jana uma enorme oportunidade. Não sei se a intenção do filme Rock My Heart era colocá-lo como uma válvula de escape para a garota doente realizar um sonho, mas o que acaba ficando no ar é um cheiro indiscutível de falta de bom senso por parte do senhor ao colocar uma adolescente a serviço de seus interesses. Tudo bem que Jana escondeu dele sua condição de saúde, mas mesmo assim a coisa soa um pouco forçada.

A história de Rock My Heart tem uma boa intenção, mostrando uma garota que não quer aceitar sua condição limitada e prefere buscar emoções mesmo que isso custe sua vida. A presença do indomável Rocky é uma espécie de espelho para ela que, tal como o equino, não quer se ver com rédeas… Nem fazer uma cirurgia importante para sua condição de saúde, o que a torna, ao meu ver, uma suicida indireta.

Além deste detalhe, o original Netflix Rock My Heart também tem a inconsistência dos pais de Jana que, depois de serem apresentados como autoritários e cautelosos, simplesmente deixam que tudo aquilo aconteça sem interferências significativas. Está certo que a própria Jana exigiu sua independência, mas na situação em que ela se encontra a situação ficou irreal, afetando a suspensão de descrença.

Emocionante para quem ama o gênero

Se colocarmos de lado essas questões, o que sobra ao original Rock My Heart é a história de superação de uma garota com a ajuda do cavalo. Vimos coisa semelhante no filme Netflix Andar Montar Rodeio (baseado em fatos reais) e por isso acaba não tendo muita novidade aqui.

É claro que, para quem gosta de filmes de superação com a ajuda de animais, o filme pode ser emocionante. As cenas foram construídas propriamente para nos apegarmos à protagonista e torcermos por ela. Não somente isso: nos preocuparmos com ela, já que a cada corrida precisa tomar sua medicação, dando-nos uma espécie de contagem regressiva inconsciente para quando o clímax acontece perto do final.

Um perigo para mentes jovens

De fato, o maior problema do filme Rock My Heart é colocar a irresponsabilidade (de Jana, dos pais dela, do namorado, de Paul… de todo mundo!) como um sinônimo de coragem e espírito livre.

Existem outras maneiras de contar sobre a impetuosidade de uma jovem doente sem que ela pareça uma suicida. Pessoas mais jovens, ao assistir Rock My Heart, podem pensar que jogar tudo para o alto e fazer algo semelhante ao que a protagonista fez é legal. Vão é matar os pais de susto, isso sim.

O problema não é tomar uma atitude em direção ao sonho, mas sim a maneira como isso é feito. Um exemplo interessante e que recomendo é o filme A Loja de Unicórnios, que fala sobre adquirir responsabilidades na idade adulta sem matar o lado criativo da criança interior. É quase o oposto do que é mostrado em Rock My Heart Netflix.

No fim, a relação da garota com o cavalo Rocky acaba ficando rasa, delimitada quase que somente às corridas.

Sinopse e Ficha Técnica de Rock My Heart Netflix

Lançamento Netflix: 7 de junhode 2019;

Direção: Hanno Olderdissen;

Sinopse Netflix: Ela tem um problema cardíaco, mas seu espírito é livre. Depois de criar laços com um cavalo indomável, Jana treina para competir numa corrida, arriscando a própria vida.

Duração: 1h 49min;

País de Origem: Alemanha;

Classificação etária: 12 anos;

Ano de lançamento: 2019;

Gênero: Drama.

Você também poderá se interessar por 3%, O Pai da Black Music, Pachamama, Elisa y Marcela, I Am Mother e Crônicas de San Francisco.

Trailer do filme Netflix Rock My Heart

https://www.youtube.com/watch?v=Mt0VErU8x0Q

Compartilhe
Convidado

Este é um artigo enviado por um convidado do site.

Publicado Por