Longas e Curta-metragens

The Umbrella Academy Netflix: Resenha da série de super-heróis

Depois de muita espera, a série The Umbrella Academy finalmente estreia no catálogo da Netflix. Os fãs da fantástica HQ criada por Gerard Way e Gabriel Bá podem respirar aliviados: apesar de alguns tropeços, a produção acerta mais do que erra, transformando essa história atípica de super-heróis em algo que realmente vale a pena ver (assista aqui).

Se olhar apenas o retrospecto da Netflix, os super-heróis não têm feito muito sucesso na plataforma. Recentemente tivemos o cancelamento de “Demolidor”, “Punho de Ferro”, e é iminente o desligamento da tomada de “Jessica Jones” e “Luke Cage”.

Exatamente por este motivo, The Umbrella Academy é uma aposta que a produtora faz para manter ligado o público que gosta desse tipo de narrativa. Entretanto, essa não é uma história comum: fala mais sobre as relações familiares do que sobre o combate aos vilões.

Reunião de família

A história da série Netflix The Umbrella Academy começa com Sir Reginald Hargreeves (interpretado por Colm Feore) adotando sete crianças que nasceram no mesmo dia e que possuem poderes especiais. Cada uma delas tem um área específica de atuação: um é muito forte, outro é manipulador, e assim por diante.

A intenção de Reginald Hargreeves é criar uma equipe de super-heróis que possa combater os males que assolam o mundo. Entretanto, os problemas familiares entre eles surgem conforme crescem, e uma tragédia acaba os afastando. Cada um segue seu caminho até que, algum tempo depois, chega a notícia de que Hargreeves morreu em circunstâncias misteriosas. Os irmãos precisam se juntar novamente para entender o que aconteceu e honrar o pedido do pai adotivo, mas essa não será uma tarefa fácil.

Os dez episódios da série The Umbrella Academy possuem sim uma boa dose de ação, e consideráveis momentos de tensão e comédia. Entretanto, nessa primeira temporada ao menos, o que mais importa é a ligação entre os irmãos. Mesmo cada um sendo bem diferente do outro – tendo até mesmo um deles que consegue viajar no tempo – e consequentemente são pessoas de personalidades distintas e que se conflitam, eles precisam encontrar a unidade para conseguir desvendar o mistério da morte do tutor e combater os crimes que acontecem dia após dia.

Essa interação é muito bem construída ao longo dos episódios: apesar de ficar nítido que eles se gostam, a personalidade de cada um é sempre impeditiva, e eles vão se readaptando um ao outro para voltarem a conviver bem.

Uma série muito boa – e que promete mais

No que diz respeito a atuações, um destaque positivo (e ao mesmo tempo negativo) está em Ellen Page. A atriz, que já foi indicada ao Oscar por “Juno”, tem em The Umbrella Academy a maior vitrine para seu trabalho em anos, já que ela se dedica muito ao cinema independente.

E apesar de estar bem no papel da Número Sete (a única que não tem poder algum), ela não consegue desenvolver seu personagem a contento. Fica a sensação de que o arco dramático dela está em falta. Certamente essa é uma decisão dos roteiristas, que devem estar guardando seu potencial para uma eventual segunda temporada. Mas não custava nada dar a ela mais cenas para brilhar.

Enfim, a série Netflix The Umbrella Academy pode ser decepcionante para quem quer uma produção de ação pura e simples. O roteiro constrói seus personagens aos poucos e no meio dessa delicada engrenagem coloca cenas de ação muito boas, bem coreografadas e dirigidas, além de ótimos efeitos visuais – o que é uma raridade para o padrão Netflix.

Entretanto, se você gosta de personagens complexos, motivações construídas aos poucos que levam a um bom clímax, com certeza você vai adorar a série.

Você também pode se interessar por A Loja de Unicórnios, Osmosis, Love, Death and Robots, Durante a Tormenta, Polar, Sempre BruxaStar Trek: DiscoveryTitãs.

Conheça o conceito da Suspensão de Descrença, e entenda o que faz você mergulhar de verdade numa história fictícia!

Outras informações da série Netflix The Umbrella Academy

Sinopse Netflix: Com a morte do pai, irmãos com poderes extraordinários se reencontram e descobrem surpreendentes segredos de família – além de uma ameaça iminente à humanidade.

Duração dos episódios: aproximadamente 55 minutos;

Classificação etária: 16 anos;

Ano de lançamento: 2019;

Gênero: Ficão científica, Fantasia, Ação, Aventura;

Compartilhe
Convidado

Este é um artigo enviado por um convidado do site.

Publicado Por